domingo, 27 de janeiro de 2013

Bom dia Cuiabá, Poesia - O louvor

Poesia - O louvor
Aurelina Haydêe do Carmo

Perto da meia noite
Paulo e Silas oravam
Hinos a Deus cantavam
E os outros presos escutavam

O silêncio noturno foi quebrado
Pelo suave cicio da oração
O louvor dos acorrentados
Era uma verdadeira adoração

Tudo que tem folego
louve ao Senhor
Cantai-lhe um cântico novo
No poder do louvor

Paulo e Silas na tormenta
Adoravam e clamavam
A dor foi vencida
Pois na angústia suplicavam

Somente os que descobriram
O poder da oração
São capazes de adorar
No centro do furação

O turbilhão era apenas
O ritmo para as cenas
E a melodia
Marcaram aquele dia.

O Deus que ouviu-os na prisão
E o mesmo que atende nossas orações
O carcere estremecerá
E Ele me vivificará.
---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.