Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Tiranos de Siracusa

Tiranos de Siracusa

Conta uma história antiga que Dionísio, tirano de Siracusa, geralmente detestado por todos os seus súditos, encontrava frequentemente em seu caminho uma mulher muito velha, que sempre exclamava quando o via:

-DEUS dê longa vida ao rei Dionísio!

Admirado daquilo, o tirano, que se sabia cordialmente odiado por todos, indagou-lhe, uma vez, do motivo de seus bons votos.

A mulher respondeu:
- Eu sou velha, muito velha. Vi o pai de V. Majestade e o avô de V. Majestade. Seu avô era um tirano de imensa maldade; seu pai era pior ainda; V. Majestade é ainda pior do que os dois anteriores. De modo que rogo aos céus darem longa vida a V. Majestade, porque tenho medo daquele que possa vir depois.
Como se vê, esta célebre história da “velha de Siracusa” aplica-se bem a muitas épocas (vote consciente). FE-LI-CI-DA-DES, até a vitória!

*extraído do W.M. Jackson, INC.

---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

22 de Setembro - Primavera

É PRIMAVERA

Como é bom sentir no rosto o vento cheiroso que vem das flores.
É lindo! Tudo florido.  Sol à pino e temperatura elevada, céu claro, onde o protetor solar é artigo obrigatório para qualquer passeio.

A beleza das flores faz curar o stress e é colírio para os olhos.

Você sabia que algumas flores do planeta nasceram no Brasil?

Temos aqui um sem fim de espécies nativas “PAÍS TROPICAL” , abençoado por Deus , e como diz a musica ,bonito por natureza. O clima favoreceu a beleza, a diversidade e as peculiaridades da flora brasileira.

Não é a toa ou melhor por acaso que o brasileiro gosta de flores. O Brasil é um dos países com maior diversidade de espécies naturais de orquídea. Mesmo assim nas festas, quando alguém presenteia a anfitriã com uma orquídea, ficamos babando de inveja e passamos horas admirando- as.

E por falar nas rosas? Hum... vermelhas, rosas, brancas, são tantas cores. São lindas ... pena que murcham, mas tem vários símbolos. As rosas não falam, não conhecemos o seu segredo de tanta multiplicidade. Simplesmente as rosas exalam, como diz Cartola.

Hummm  , e o perfume da DAMA da NOITE? Exala uma das fragrâncias mais intensas do reino vegetal ao anoitecer. PERFUMA até o sono.(risos)


*pesquisa feita em diversos  livros e no almanaque de cultura popular por Aurelina  Haydêe  do Carmo.
---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

domingo, 21 de setembro de 2014

Dia da Árvore 21 de Setembro

Dia da Árvore 21 de Setembro
A  Árvore
Ricardo Gonçalves
Ama-a, -toda árvore é sagrada-
Ama esta esplêndida morada
De abelhas de ouro e aves gentis!
Busca entender tanta poesia,
E faz côro à sinfonia
Da natureza que a bendiz!

Ama-a, na glória matutina,
Entre os vapores da neblina,
Que toda a envolvem, como véus,
Cheia dos prantos da alvorada,
Ou melancolia estampada
No ouro e na púrpura dos céus...

E ora então: “Bendita sejas
Por tuas frondes benfazejas,
Pelos teus cânticos triunfais;
Por tuas flores e perfumes,
Pelos teus pássaros implumes,

Por tuas sombras maternais!”

---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Duas mulheres - Uma história comovente

Duas mulheres - Uma história comovente

A incrível sabedoria do rei Salomão era conhecida por todo o ajudar o seu povo. Foi por isso que aquela mãe triste veio procurar o rei Salomão. 

Seu coração estava cheio de tristeza e medo. Aquela mulher tinha certeza de que o rei seria sua última esperança.

A mulher se inclinou diante de Salomão. Uma segunda mulher entrou, segurando um bebê. A primeira mulher apontou para ela dizendo: - Nós duas temos filhos pequenos. Durante a noite, o bebê dela morreu e por isso essa mulher levou meu filho e  desesperada, pois pensei que meu filho havia morrido.

-  Não! –gritou a outra mulher. – Ela esta mentindo. O bebê que esta vivo é meu, e o que morreu é dela!

Salomão olhou para as duas e pensou sobre o que deveria fazer. De repente, ordenou a seus servos: -Tragam uma espada. Cortem a criança ao meio e dêem uma metade para cada mulher!

Por um breve momento, o tempo pareceu parar. Nenhuma das duas conseguia respirar direito.

- Não! – gritou a primeira mulher. – Não o machuquem. Deixem que ela fique com o bebê. E caiu no chão, incapaz de parar de chorar.

Ao mesmo tempo, a segunda mulher segurou o bebê e gritou: - Ótimo! Matem o menino! Se eu não posso ficar com ele, ela também não vai ficar!

O rei Salomão parecia sorrir, como se soubesse de algum segredo.
 – Parem. Dê o bebê para a primeira mulher. Ela é a mãe verdadeira – ele disse.

A mulher levantou os olhos soluçando:
- C-c co-mmo você sabia? – perguntou baixinho.

Naquele momento, o rei estava sorrindo de verdade: - Porque a mãe verdadeira preferiria desistir de seu filho a vê-lo sofrer.

A mulher pegou seu filho no colo, sabendo no fundo de seu coração que a sabedoria do rei havia sido realmente dada por DEUS.
---

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Aniversário do blog

Aniversário do blog "Bom Dia Cuiabá"

Com muita satisfação e alegria estou aqui para agradecer a todos que acessam o meu blog.
Estou tão feliz pelo grande acesso.

Hoje está fazendo 02 anos. ALELUIA.

Sou grata a Deus por ter me dado sabedoria, disposição para postar assuntos que pelo que sinto e vejo, sei que tem caído no gosto de milhares e milhares de pessoas.

Já sou conhecida na minha cidade como “BOM DIA CUIABÁ”. Isso não teria sido possível se não fosse o incomensurável apoio de tantas pessoas, que muitas vezes atuando no anonimato, foram decisivas para o êxito deste blog e que todos os dias socializam comigo.

Sou imensamente grata por você gostar da forma como escrevo e busco as novidades.

Muitos me parabenizam por e-mail, encontros nos shoppings, mercados, festinhas, igrejas etc.

Um beijo à todos e todas e em especial a minha querida aluna da Universidade Federal que me enviou palavras lindas que muito me emocionou, sobre uma pesquisa que fizemos no ano de 1972, inesquecível.

Espero que muitas mensagens servirão como farol na direção de muitas pessoas.
Vocês tem sido o pivô, que me encheu de esperança e otimismo para continuar seguindo em frente.
Que Deus abençoe cada pessoa que tem acessado o “BOM DIA CUIABÁ”.

Recebam minhas orações,

Profª Aurelina Haydêe do Carmo
---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

domingo, 7 de setembro de 2014

SETE de SETEMBRO

SETE de SETEMBRO


Ilustres Brasileiros # DOM PEDRO 1º
ANTI- HERÓI de DOIS MUNDOS.

Para a historiadora Isabel Lustrosa, biógrafa do imperador, Pedro foi uma espécie de primeiro Macunaíma brasileiro, o herói sem nenhum caráter criado por Mário de Andrade. É um personagem difícil de classificar na antítese simplista de herói ou vilão.
“Ele foi, sobretudo, um macho, na acepção mais crua da palavra, no que esta tem de sensual e de rude, mas também de valente.”
Dom Pedro 1º (1798-1834).
Nome completo: Pedro de Alcântara Francisco Antônio João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Serafim de Bragança e Bourbon.

Casamentos: 02
Filhos: 18
Apelidos de alcova: Fogo Foguinho e Demonão

O futuro imperador veio ao mundo na cidade portuguesa de Queluz, em 1798, filho de dom João 6º e Carlota Joaquina e neto da rainha Maria 1ª, a Louca. Em 1808, a Coroa temeu a invasão das tropas de Napoleão Bonaparte. A fuga para a colônia ultramarina foi uma forma de salvaguardar o reino de Portugal. O garoto, então com nove anos, logo estaria vivendo com brasileiros. E como brasileiro.

Prenúncio da Independência

Em 1821, dom João viu-se obrigado a voltar para Portugal. Pedro tornou-se príncipe –regente do Brasil. Logo mostrou habilidades e tomou gosto pela nova função. Em 1822, ao saber que Portugal exigia o seu retorno para rebaixar o Brasil novamente à condição de colônia, declarou: “Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronto! Digam ao povo que fico”. Era o prenúncio da Independência.

Em 7 de setembro de 1822, retornava de uma viagem a São Paulo quando recebeu a notícia do ministro José Bonifácio de que Portugal havia feito uma série de novas  exigências.
O ministro foi enfático: “Senhor, o dado está lançado, e de Portugal não temos a esperar senão escravidão e horrores”.

Em fúria, teria pisoteado a carta e ordenado que sua guarda arrancasse o laço azul que trazia às vestimentas, símbolo da nação portuguesa. “Laços fora, soldados. Viva a independência, a liberdade e a separação do Brasil”.

Depois ergueu a espada e bradou: “Pelo meu sangue, pela minha honra, pelo meu Deus, juro fazer a liberdade do Brasil”. E encerrou com a divisa: “INDEPENDÊNCIA ou MORTE!”.

Uma tuberculose provocou sua morte em 24 de setembro de 1834, aos 36 anos, mas teve a satisfação de saber-se fundamental em dois momentos históricos de dois mundos: a INDEPENDÊNCIA do BRASIL e a restituição da legalidade de PORTUGAL.


Pesquisado no Almanaque de Cultura Popular n°173.

---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Divertimento, só


Divertimento, só
Aurelina Haydêe do Carmo


Na minha rua... não é bem na minha rua, mas pensando bem é na minha rua- pois tenho o privilégio de ocupar as duas ruas.

Na frente a grande avenida que antes era BR, devido a expansão da cidade, hoje serve de passagem para os grandes atacadistas, para as concessionárias de automóveis de todas as marcas, para a Universidade Federal, para um dos maiores Shoppings, para o Centro Industrial, saída para os grandes Centros do País, para um monte de bairros. Em fim até para o Parque “Bom Jesus”-(cemitério).

Na outra rua que passa aos fundos, que também é nossa saída e entrada é muito engraçada, se você ficar o dia todo em casa, nem precisa sair lá fora diverte muito – musicas as alturas e de bom gosto. Dando uma espiadinha na janela, diverte muito mais.

1º tem duas quadras que lá tudo acontece. Momentos de lazer para os ressocializantes, aí eles desocupam o pedaço e passa a ocupar logo a seguir um grupo que ficam horas e mais horas de braços abertos, num ritual de braços abertos ou de joelhos em direção ao sol. Outros exercitando ou correndo em volta da quadra.

As mães aproveitam nossas belíssimas manhãs para trazer seus bebês nos carrinhos ou trazem os maiores para aprender os primeiros passos ou andar de velocípedes ou bicicletas.Os maiores vem para aprender patins ou skates.

Uma vez na semana, desfrutamos de uma feira, muito bem organizada, que tem de tudo, inclusive boa musica, brinquedos, parquinhos para a criançada se divertir.

Ah! já ia me esquecendo, tem aulas de fisioterapia, Karatê com profissionais competentes. Tem 2 pistas próprias para caminhadas, não sei os quilômetros, sei que dá para cansar... no meio tem um córrego, que também tem muitas histórias. Depois a gente conta, fico devendo. Tem aquela sombra disputadíssima que já falei.

Tem um baile da 3ª idade – duas vezes na semana, onde nesses dias ninguém conversa nem vê televisão. Vê, vê, mas não escuta nadinha de nada.

As musicas são tão altas que varam as tardes. Mas , já acostumamos, acostumamos tanto que um dia desses o bairro ficou em silencio até eu fiquei preocupada . Fui averiguar. Motivo luto! No mais é DIVERTIMENTO, só.

texto por Aurelina Haydêe do Carmo
---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo