Barra de vídeo

Loading...

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Fim de Ano

Fim de Ano
(Aurelina Haydêe do Carmo)


O ano passou de mansinho (para alguns) para a maioria foi como um furacão.

Tudo bem, estamos vivos. É tempo de agradecer  a Deus, pela saúde, pela coragem de enfrentar as lutas. Agradecer aos amigos que nos estimularam a prosseguir nesta longa jornada. Aos que nos ajudaram nas horas difíceis que passamos. Aos que estenderam as mãos quando fraquejamos.

Muitos nos deram palavras de incentivos e outros que tiveram a coragem de socializar  conosco suas lutas, seus desesperos, doenças, problemas familiares e até escasses de provimento.

Senhor! Neste último dia do ano em que o brilho das luzes  estão por todas as partes e os céus clareiam com fogos de todas as matizes, te pedimos : vem clarear nossas mentes, orientando- nos no decorrer do novo ano, abençoa- nos, não nos desampara nos dias que estão por vir em 2016.

Cubra-nos com a tua misericórdia, guia-nos, proteja-nos.
Sabemos que o que nos espera, é um verdadeiro desafio, mas isso nos instiga a buscar o caminho correto para superá-lo.

Sabemos que as vitórias humanas só foram desafiadas pelas circunstâncias e descobriram os meios para se chegar ao alvo desejado.

O primeiro grande desafio neste ano que ora começa, ao meu ver, é demonstrar que as nossas convicções espirituais não perderam sentido e continuam tendo a mesma importância.

É esse tipo de firmeza que confiante em Deus vivo, entraremos o NOVO ANO, segurando em suas mãos e assim caminharemos todos os dias que Ele tem nos dado.

Portanto, num mundo tenebroso pelo qual estamos vivenciando, só convicções fortes poderão cimentar a base para um mundo melhor.

Oremos.
Desejo a todos que estiveram comigo durante 2015, um Feliz 2016. BOAS FESTAS.
Que a PAZ esteja em nossos lares.
AMÉM.


Aurelina Haydêe do Carmo.
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

O sol brilha.

    O sol brilha.
Aurelina Haydêe do Carmo


Manhã de sol em Cuiabá.
Os raios refletidos
Nas águas mansas
Do rio
A luminosidade do mês de setembro
Tornam mais vivas as cores
Da ponte
Dos casarões,
Do jardim,
Que já perfumou,
Muitos corações.
    
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Poesia: Divina Luz

Poesia:
Divina Luz

Hoje nasceu tão pequenino
E tão risonho Deus menino,
O céu se abriu calmo e contente
Surgiu a Estrela resplandecente

Quanto eu me alegro
De meu Jesus
Em mim derrama
Divina Luz.

(Autor Desconhecido)

 De todas as poesias que declamei esta ficou marcada, era Dezembro, o ano eu me lembro, mas não vou revelar
(risos) faz tanto tempo..., tinha  6 anos de idade, lembro muito bem do meu vestido cor de rosa com laços de cetim, a mamãe que procurava o modelo e confeccionava as nossas roupas com sua maquina de pedal, a mesa ou aparador que segurava a maquina era ou melhor digo, é de ferro trabalhado, pois é uma das relinquias que ainda hoje ornamenta a área de minha casa, servindo como aparador um retângulo de mármore róseo,  ornamentado por uma linda samambaia. Falando na máquina, minha mãe costurava como se tivesse aprendido "alta costura", sem defeito, era só acertar o ponto, caprichava mesmo, até no acholeado ( remate caprichado no avesso das roupas).

Lá íamos nós... em matéria de alegria, vida, animação e ritmo de festas, nunca houve igual.

Cada uma ensaiava e declamava, a sua poesia, as mães ficavam babando diante de tanta desenvoltura de seus rebentos.

Igrejas juncadas de flores, romãs e pitombas maduras ( uma versão muito atual do natal), entremeadas de fitas e sorrisos largos das crianças.

Ah! felizes tempos... ditoso NATAL.
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Todos os dias é Natal.

Todos os dias é Natal.
Aurelina Haydêe do Carmo

Shopping de Várzea Grande - MT
O ano passou.
Hoje já é natal de novo.
Amanhã
Vamos saudar o ano novo.

Cidade cheia de luz,
Jesus nasceu,
Morreu na cruz.
Em meu coração reviveu.

Sou visceral e apaixonada.
Pela vida, por tudo.
Procuro a autenticidade,
Levando alegria ao mundo.

Reunimos os meus e os seus.
De segunda a sexta,
Estudando a riqueza de Deus,
Fazendo da vida uma festa.

É Natal!
Sábado preparamos,
Domingo nos oramos,
Sim, todos os dias é NATAL.-
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Míriam - uma mulher que viu as dez pragas que caíram sobre o Egito.

Míriam - Uma mulher que viu as dez pragas que caíram sobre o Egito.

                                  Baseado em Êxodo 11: 1 – 15:21.

Míriam abraçou seu filho mais velho enquanto   observava seu marido pintar o umbral da porta de casa com sangue de carneiro.  – Moisés disse que isso vai nos manter a salvo da última praga.

Vai ser uma coisa terrível!
Os filhos mais velhos de todas as famílias do Egito vão morrer esta noite.

Míriam sentia um nó na garganta só de pensar nisso.
- Ai..., por que Faraó não ouviu Moisés?
Naquela noite, centenas de crianças egípcias morreram.

Até o filho de Faraó!
Foi com lágrimas nos olhos que Faraó disse a Moisés: - Vá embora do Egito.

O coração de Míriam doía ao pensar nas pobres mães egípcias, enquanto ela abraçava seu filho. Uma grande nuvem indicou o caminho para os israelitas saírem do Egito.

Deus estava na nuvem e dessa forma os israelitas sempre sabiam quem os estava dirigindo.
Mais tarde, ouviu gritos. O medo tomou conta de seu coração quando viu à distância uma nuvem de poeira.

Faraó havia mudado de idéia  sobre libertá-los. Seu exército vinha atrás deles!
- E agora? Que o povo vai fazer?
- Que Moisés poderia responder?
Míriam prendeu a respiração quando seu irmão subiu numa rocha e levantou seu bastão sobre o Mar
Vermelho. De repente, as águas se dividiram, formando duas grandes paredes.

Todos os israelitas atravessaram o mar andando em chão seco.

Míriam lembrou-se do dia em que ficou vigiando Moisés naquele cestinho no rio Nilo, há muitos anos.
- Mamãe estava certa. –ela pensou.
-Deus tinha mesmo grandes planos para Moisés.
Quando o ultimo israelita passou, a água caiu sobre os soldados egípcios, que ainda corriam dentro do mar, atrás do povo!
                          Ver o plano de Deus se revelando
                                  Ajuda a aumentar a nossa fé e a
                                     Confiança em Deus.
Lendo esta história, como você se sente quanto a confiar em Deus?

*Pesquisa feita por Aurelina in Bíblia das meninas( traduzido por Sônia Pezzato).


Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Bodas de Ouro

Bodas de Ouro
 (Aurelina Haydêe do Carmo)

1ª Timóteo- Cap.2
Devemos fazer orações por todos os homens – V3 –Porque isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador.

No dia 15 de Novembro fui convidada para fazer a “Oração – Bodas de Ouro”, do  casal – Pr. Manoel Januário Proença e Natalina Proença.

Oração
A igreja pois-se em pé, ouviram atentamente a oração rogada por mim e no final ...um coro celestial de AMÉM foi entoado.

Depois retiramos para deliciar um gostoso bolo de abacaxi com coco e ouvir e sentir a alegria do casal. Foi linda e emocionante aquela noite.

A Igreja Evangélica-Assembléia de Deus.
Sente- se honrada pela manifestação de alegria pelas “Bodas de Ouro do casal”.

E faz esta oração matrimonial: Eterno Deus, nosso Pai, que pela tua infinita sabedoria fez- se unir pelos laços matrimoniais  nossos irmãos em Cristo que andavam incompletos um sem o outro, e Tu Senhor deste um a outro, para AMAR e HONRAR, permitindo um casamento sólido.

Neste momento Senhor, perante esta Assembléia,  pedimos e imploramos que esta união continue sendo de uma beleza e alegria tais que cumpram todos os sonhos e esperanças.

Que esta comunhão seja digna de grande herança que receberam através do matrimonio.
Concede-lhes forças para continuarem a servir sempre, não só um ao outro, mas também aos que os cercam.

Dai, Senhor graças porque concedeste um ao outro.
Que se cumpra neste casal o mistério do plano que traçaste para a sua vida conjugal.
Revela-te a eles, aumentando a Santidade do voto do casamento.
Perdoa-lhes, Senhor onde tenham sido infiéis: no trato, no amor, nos pensamentos.

Assim, PAI, rogamos a tua direção e tua vontade na continuação da  jornada de nossos irmãos.
Santifica todos os momentos de sua vida matrimonial.
Seja este Amor cada vez mais santo.
Abençoando a sua descendência.
Tenha ele a tua aprovação e o teu favor, agora e para sempre.
AMÉM.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Amazonas

Amazonas
(Aurelina Haydêe do Carmo)

Nossa primeira impressão foi a belíssima visão do alto- paisagem bonita.
Aterrissamos no Aeroporto  Internacional de Manaus-Eduardo Gomes às 14 horas.
Colírio para os olhos- Avistamos os rios Amazonas, rio Negro, Solimões e a linda Manaus.
O aeroporto nota dez- espaçoso, muito limpo. O receptivo oficial nota mil- Bom demais...
Fomos recebidos no Tropical Manaus Eco Resort com um almoço- variedades de cardápio-
Dentre muitas iguarias em destaque estava o Pirarucu feito de diversas maneiras.
Adorei o grelhado. Entre os sucos de fruta da terra- o cupuaçu estava entre os preferidos.
Os bombons só de lembrar dá água na boca: cupuaçu, castanha, açaí, bacuri, buriti e outros que não lembro os nomes, mas não esqueci o sabor.
A programação cultural? Aproveitamos todas.
Embarcamos para o City Tour.
-Visita panorâmica do Calçadão da Ponta Negra.
-Visita Interna num Centro Cultural ( Centro Histórico).
-Visita Interna no Teatro Amazonas, inaugurado em 1896 e um dos principais pontos turísticos de Manaus. Símbolo da época da borracha onde toda riqueza e grandiosidade ainda nos são transmitidas através de seus corredores, salões e obras de arte.

Nessa visita não perdemos tempo, entramos na fila e compramos ingresso para a estreia da ÓPERA logo mais a noite. Resumindo para te contar a suntuosidade e beleza, só indo lá para acreditar.

Enfim passamos uma semana em que fomos recebidos com as palavras do Sr. Ademar de Souza Santos( Presidente da AEA/AM).
“ É com o peito invadido de alegria que, em nome do Povo da Floresta, tenho a honra de recebê-los em Manaus, capital do Estado do Amazonas.....”

Palavras proferidas na nossa despedida “ Ao retornar, tenha a certeza de que procuramos fazer a nossa melhor parte, oferecendo-lhe o carinho e a hospitalidade do manauara com a janela  do coração, pois para nós, como diz Milton Nascimento “Amigo é coisa para se guardar debaixo de sete chaves dentro do coração”.


Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

A folhinha

A folhinha

 (Aurelina Haydee do Carmo)



Dezembro chegou.

Andei, fiz compras
O comercio bombou

Lindo como anos atrás.



Mas... nada teve gosto

Não ganhei nenhuma folhinha



Sorteio de casa,

Até sorteio de carro tinha

Mas o comercio por acaso

Te deu uma folhinha?



Folhinha que dava alegria...

A venda da esquina

A casa de aviamentos da cidade

Secos e molhados também
presenteavam com a folhinha.



Coisas do século passado,

Ficaram no ar...

Folhinha virou Calendário

que virou Agenda,
Agora contamos os dias no celular...


Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Zípora- Mulheres da Bíblia.

Zípora- Mulheres da Bíblia.

Baseado em Êxodo 3:1-4:17
Zípora apaixonou-se por Moisés. Depois que eles se casaram, Moisés trabalhou para o pai dela como pastor de ovelhas.
Zípora se adaptou a sua rotina e esperava ter uma vida normal de dona de casa.

Mas um dia, Moisés veio com uma história que deixou Zípora com o coração na mão:
-Eu estava no campo e ouvi uma voz.
Vinha de um arbusto, uma planta estava falando comigo!
E não era uma planta comum; era um arbusto em chamas!
Era a voz de Deus! Ele me pediu para fazer uma tarefa especial.

No começo Zípora não acreditou em Moisés, mas quando ela se convenceu de que tinha sido Deus que falara com Moisés, ficou muito orgulhosa.

-Deus disse a Moisés para tirar os israelitas do Egito – ela pensou.
Que grande honra!

Zípora estava preocupada quando começou a arrumar as coisas para a viagem até o Egito
Moisés e Zípora despediram-se de sua família.

Durante toda a longa viagem, ela ficou imaginando o que encontrariam pela frente.
Será que Faraó deixaria os israelitas saírem só porque Moisés ia pedir-lhe?

Querido Deus- ela orava-, ajude o meu Moisés.
Guie todos os seus passos.
Guarde- o, Senhor...mantenha-o a salvo.

Conclusão:

Na verdade, nós não sabemos como Zípora sentiu-se com relação ao que Deus pediu a Moisés.
Mas sabemos que a coisa mais importante que ela poderia fazer por ele era orar.
As experiências que Moisés teria pela frente não seriam fáceis.
Zípora estaria ao seu lado para segurar suas mãos, mas somente Deus poderia mante- lo a salvo.


Pesquisado por Aurelina-Bíblia das meninas. SP: Mundo Cristão

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

20 de novembro- Dia da Consciência Negra.

20 de novembro- Dia da Consciência Negra.
É mais fácil romper um átomo do que um preconceito.(Albert Einstein)


ESPERO UM NOVO DIA!

Espero um Novo Dia.
Espero um novo dia!
E que neste novo dia
O “Bom Dia” possa ser
Uma expressão de mais vida,
De alegria

Espero um novo dia!
E que neste dia
As diferenças de raças e crenças
Possam não ser mais problemas
Pra ninguém.
E que os seres humanos
Possam realmente ser
Bem mais humanos do que são.

Espero um novo dia!
Onde o preto do carvão
Sejas substituído pelo
Verde das matas.
E então, o dinheiro
Não seja o deus
Adorado por todos.
E o “ter” deixe de ser
Nosso parâmetro em questão.

Espero um novo dia!
Onde o amor vença a maldade
E que morra esta triste realidade
Para em seu lugar nascer flores e união.

                     (  Assis Vanderley)

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Ratoeira

Fiz um curso de Poesias no Sesc Arsenal - A prova era, construir uma poesia. Sorteio, retirava de uma cumbuca palavras mais estranhas possíveis, e com essas palavras tinha que se fazer referentes a Cuiabá. Eu tirei Ratoeira x Cuiabá. Então fiz esta que estou repassando.
Fui muito aplaudida por todos. Espero que vocês gostem.

Ratoeira
Aurelina Haydêe do Carmo

Cuiabá, tricentenária
Suas casas com áreas
Aprofundadas com porões
Sombrio qual cavilações.

Cilada ardil e sagacidade
O Páu-rodado
Capturou o Picuá
Do povo da cidade.

Com estratégia
O caixeiro viajante
Vende de tudo.
De Ratoeira a sobretudo.

Nos antigos casarões.
Em lugares internos
Roedores se infestam
Para fazer a festa.

Armadilhas são colocadas
Nos sobrados de eira e beira.
Ratos no embuste pelo cheiro
Correm como ribanceiras,

Dentro das ratoeiras.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

A rede

A rede
Aurelina Haydêe do Carmo

Balançar na rede.
Ah! coisa gostosa.
A vida que pedi
Prá DEUS.

Quando estendo a rede,
Deito e começo ver,
Sinto que estou navegando
Num mar de letras e começo a ler.

Rede a que me refiro,
É aquela curtida de fio cru,
Com varanda.
Ela não é virtual.

Balança ao sabor do vento.
Não tem atitude passiva
Como no facebook.
Na rede navego na WEB.

Neste cenário não sou solitário,
Não sou excluído do ciclo de atividades
Da felicidade
Camaradagem on-line.

Rede - lembra Facebook que recebe
Milhões de mensagens,
Viagens, festas,
Publicações que repercutem na Web.

Enquanto publicam em redes sociais,
Eu... na minha rede, aquela...
Curto meus melhores momentos,
Balançando ao sabor do vento.


Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Guarda chuva (poesia)

Guarda chuva (poesia)
Aurelina Haydêe do Carmo 

Guarda, guarda,
Guarda-chuva
A trovoada
É muito dura.

Guarda, guarda,
Guarda- chuva
Estou na vanguarda
Para colher uva.

Guarda, guarda,
Guarda-chuva
A ventania
Uiva.

Guarda , guarda,
Guarda-chuva,
O frio é terrível,
O vento se curva.
É, muita chuva

Tenho medo,
A noite é sua,
E guarda segredo.

GUARDA-CHUVA escuro
Guardai- me do furacão
Não sei o que procuro,
Proteja meu coração!
  
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Vendedor de Queimada.

Vendedor de Queimada.
Aurelina Haydêe do Carmo

Olha a Queimada!
Olha a Queimada!
Quem vai querer...
Queimaaada.

Queimada,
É uma doce bala,
Feita de calda
Açucarada.

Depois puxa, puxa, puxa.
Até ficar dourada.
Faz um cordão
E começa a ser deliciada.

Doçuras de bolinhas,
Enroladas em papel crepom
Ou de seda. Balinhas...
Até parece um colar.

Balinhas de consistência elástica
Bem pegajosa.
Lembra a infância
Na porta do Grupo Escolar.



Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

2 de Novembro dia dos Mortos

A Morte

A morte do cristão não é o fim, mas a passagem para a glória eterna, na presença de Deus.

A morte é inevitável, um dia teremos que enfrentá-la, porém, o que faz a diferença é a maneira como a encaramos.

Segundo as Escrituras, a morte se manifesta numa consciência de vitória na hora de uma aparente derrota: “Alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis” (1Pe 4.13). Para o cristão, a morte não é o fim, mas o início de uma vida nova, onde a certeza de que “o aguilhão” da morte já foi retirado e que agora é um passaporte oficial para a vida eterna com Jesus Cristo (1Co 15.55). Claro que a experiência da separação traz dor, angústia e tristeza a qualquer ser humano. O luto chega de forma inesperada na vida de qualquer pessoa que sofre a perda de um ente querido. Mas devemos viver as promessas do Mestre na área da perda humana, conforme Ele nos ensinou: “Quem crê em mim, ainda que morra, viverá” (Jo 11.25). Um dia nosso corpo será completamente arrebatado do poder da morte (Rm 8.11; 1Ts 4.16,17).

CONCLUSÃO

Os últimos trechos da Segunda Carta de Paulo a Timóteo nos ensinam que o servo de Deus que tem certeza da sua salvação, mediante a obra redentora de Cristo, não teme a morte. Paulo sabia que a morte física aniquilaria apenas o seu corpo, mas seu espírito e sua alma (o homem interior — 2Co 4.16) estavam guardados em Cristo Jesus.

Pesquisado por Aurelina na LBD 3° T de 2015.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Ana ( Mulheres da Bíblia)

Ana .( Mulheres da Bíblia).
1º Samuel cap.1

-Ana, eu amo você. Não importa que não tenhamos filhos –Seu marido, , sempre tentando confortá –la. Mas aquele lamento no coração de Ana não podia ser silenciado.

Uma vez por ano, Elcana e Ana iam a Silo para cultuar a Deus no templo.
Numa dessas viagens, o coração de Ana estava muito triste e ela se ajoelhou no altar.

Por favor, Deus – ela dizia chorando. –Por favor, veja a minha infelicidade.
Senhor, eu prometo que, se eu for abençoada com um filho, vou dedica – lo ao Senhor, para servi –lo.

Eli, o sacerdote, estava observando Ana perto do altar.
Os lábios dela moviam, mas não dava para ouvir nenhum som.
Eli não sabia do sofrimento do coração de Ana, nem da sinceridade de sua oração.
 – O que você pretende vindo ao templo de Deus tão bêbada que não se pode entender o que você diz? –repreendeu-a Eli.
Eu não bebi nada! Estou derramando meu coração, implorando que Deus me dê um filho – disse Ana a Eli.

Algum tempo depois Ana realmente teve um filho.
Deu –lhe o nome de SAMUEL -, que significa “Pedido de Deus”.

Ana lembrou –se de sua promessa a Deus e, quando Samuel estava com idade suficiente, levou – o ao templo para morar lá.
Samuel ajudava Eli e aprendia a servir a Deus.

Ana vinha visitar Samuel uma vez por ano e lhe trazia uma túnica nova.

Pesquisado na Bíblia das Meninas Ed. Mundo Cristão.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo
veja mais em www.bomdiacuiaba.com.br

terça-feira, 27 de outubro de 2015

BEBER ou TOMAR



BEBER ou TOMAR
Conto –Aurelina Haydêe do Carmo.

Mãe desesperada leva a filha adolescente ao pronto atendimento de um Hospital da cidade. Filha aos prantos pois a alergia tomava conta do seu corpo. Estava já sem folego e tremia muito.

Hospital um saí e entra de pacientes, grito alucinante de ambulância. Muito choro, desespero total. Era um corre, corre de gente por todos os lados.
A mãe quase sem paciência vendo a sua filha se esvair devido a demora, toda hora contava nos dedos quantas pessoas faltavam para chegar a sua vez. E, cada vez mais, chegavam mais gente, muitos bem piores dos que já estavam lá e passavam na frente. Urgência, urgentíssima.

Também pudera, era um desses feriadões que emendavam com o sábado e o domingo.
Todos queriam desfrutar, feriado assim, há muito não acontecia e os noticiários diziam que o governo no ano que vem vai cortar muitos feriados.
Quase anoitecendo, lá de dentro gritaram o nome da menina.

Mãe e filha num só pulo adentraram o recinto onde estava o medico plantonista.
Então começou a consulta, todos os procedimentos de praxe.
Médico prescreve a receita.

A menina olhou a receita, letra de quem nunca fez uma linha de caligrafia.
Olhou firme para o médico...Pensou...eu não vou amanhecer, minhas forças estão se esvaindo, sem fôlego.
A receita dizia que era para ser ingerido  em jejum. Como já estava noite ela fez a seguinte pergunta:
Doutor? Será que posso beber depois da janta?
O médico raivoso, sem hesitar ,nem respeitou a mãe da menina, passou uma lição de moral (sabão).
Dizendo: olha aqui sua moça, será que nem você estando nesse estado, não pode ficar uma noite sem beber?
A mãe toda delicada, embora nervosa(não entendendo) pela alteração da voz do doutor, interpelou: moço , minha filha não bebe álcool...
Ela quis dizer-Beber o remédio, depois ou antes da janta, visto que ela está muito mal e como vai passar a noite sem tomar ou beber nenhum  medicamento?



Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo