Barra de vídeo

Loading...

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Os Dragões existiam. Verdade ou mentira?

Os Dragões existiam. Verdade ou mentira?

Pode até ser que seja uma lembrança das histórias infantis, onde o Dragão era representado pelo mal que assombrava o castelo onde morava a princesa. Mas esta história de Dragão é mais antiga do que possa parecer. 

Em muitos lugares, da Grécia antiga ao Peru; da China à Escandinávia e da Pérsia ao Brasil. Lugares tão diferentes têm algo em comum, todos veneraram ou temeram a figura mitológica do Dragão - um ser gigantesco, normalmente alado, com poderes mágicos e hálito de fogo.

Segundo o Almanaque Brasil  de cultura popular, são tantas formas de cultura que acreditam no personagem folclórico que é até difícil crer que ele não tenha existido.

Para os pesquisadores o motivo da crença é a de que muitos povos antigos se depararam com os fósseis de enormes dinossauros e imaginaram que o monstrengo devia viver por ali. na China, os dragões são reverenciados como um dos criadores do mundo e se tornaram símbolos nacionais.

Já para os gregos, eram seres maus, combatidos pelos deuses. No Peru, dizem que quando ficava nervosa a deusa Mama Pacha se transformava em dragão e causava terremotos terríveis. Até no Brasil há uma espécie de dragão, o boitatá, uma cobra que cospe fogo e expulsa os invasores da floresta.

Entre tantos dragões, há ao menos um de verdade: o dragão-de-comodo, que vive na Indonésia e recebeu o nome por ter semelhança com seres mitológicos. Com quase três metros de comprimento, é o maior lagarto existente na Terra. Apesar de não soltar fogo pela boca, possui dentes afiadíssimos e uma incrível quantidade de bactéria na saliva, que, com uma mordida, pode provocar infecções gravíssimas.


Dizem que o dragão consegue percorrer pequenas distâncias a uma velocidade de 20 km por hora.

Pesquisado por Aurelina Haydêe do Carmo in Almanaque de Cultura Popular Dezembro 2013 n°176 
---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo
 ( dia da mentira 2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.