sexta-feira, 8 de maio de 2015

Simples como uma pomba.

Simples como uma pomba.
                Conto por Aurelina Haydêe do Carmo

Sereis como as asas duma pomba, cobertas de prata, com as suas penas de ouro amarelo
Salmo 68:13.

Hoje vamos falar em aniversário.


Aconteceu com glamour, na mansão de uma de suas filhas a troca de idade da Sra. POMBA.
Pombinha para os mais chegados.

O tempo estava lindo e a noite prometia. De repente Deus mandou uma chuva tão forte, chuvona mesmo, não enxergava um palmo na frente.

A aniversariante me disse que a chuva foi uma CHUVA de BENÇÃOS. AMÉM.

Aconteceu que a chuva parou, o céu ficou lindo e, as estrelas começaram a brilhar.

Os convidados foram chegando, sua filha primogênita e seus assessores enxugavam as cadeiras e gentilmente sorridente recebia os convidados que chegaram todos no mesmo momento.

Festa linda – o cerimonial dirigido por um de seus filhos, muito bem apresentado. (nota-10).

Seus netos cantaram, musicas agradáveis e comoventes.

Fui convidada para declamar a mesma poesia que fiz para ela nos seus 70 anos.
-Doce Bom é Furrundu.

Ah!...estou até com agua na boca.

Sabe, não estou fazendo aqui uma propaganda, estou sim...

-  A aniversariante tem mãos de fada- Ela faz o melhor “FURRUNDU” do mundo. É muito gostoooooso. Se você quiser provar, eu não vou dar o endereço dela, porque não pedi permissão e também sei que vai fazer fila na sua porta para comprar o doce famoso.

Quem quiser ver a poesia na íntegra, já foi publicado no meu blog.

Como disse no início, a festa prometia e prometeu. A chuva parou e foi muito divertida a noite, que quase varou a madrugada.

Parabéns, minha amiga, minha irmã POMBINHA.

Que Deus continue mandando muitas chuvas de bênçãos para toda sua maravilhosa família.
Continue como diz em Mateus 10:16 –Simples como uma Pomba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.