Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 9 de junho de 2015

Tela em branco

Tela em branco
Aurelina Haydêe do Carmo

Jamais imaginei que uma amiga fosse a 1ª a mandar um Whatsapp para mim, ela tinha aversão pela tecnologia. Assim que comprou o novo celular não teve jeito, já veio equipado com tudo. Feliz com o novo aparelho ( ela não me disse que só faltava falar), como comumente falamos, porque o aparelho é para falar. Mas ele veio acima das expectativas dela.

Então a 1ª coisa que  fez, foi mandar uma foto dela muito bem produzida,  num belo jardim florido e ostentava uma flor natural amarela nos cabelos. Era uma azaléia colhida no seu jardim.
Devolvi para ela certificando que tinha recebido- uma paisagem, um quadro, em que ela gostou muito e me disse que fez voltar muito tempo atrás, onde ela pintou um muito parecido.

Assim que tivesse tempo ela iria tentar ver se pintasse outro, baseado naquela idéia.
Outro dia ela mandou uns dizeres: O que é felicidade, senão a certeza diária de que o amanhã será ainda melhor, sempre? Bom Dia!

Falava muito que o sonho dela seria fazer uma viagem de navio. Mas que ela estava num túnel escuro, mas via uma luz brilhando no final dele e ela ia alcança-lo.
Eu sempre a encorajava-a.
Ela era a figura do sofrimento em pessoa.
Não desistia, tinha muitas forças e vontade de viver.

Feliz por completar 68 anos neste mês, sonhava em reunir as amigas para cantar o PARABÉNS. Mal acabou de completar os seus 68 anos, partiu desta para outra vida.
Não deu trabalho para ninguém, sentiu-se mal, foi levado para o P.A e de lá para o P.S e dai para os Jardins ( lugar onde vela os mortos).

De família tradicional, seu corpo descansa no Cemitério Central, onde somente os que tem jazigo há muito tempo são permitidos ser sepultados.
Um bom descanso. Ela merece, pois sempre foi fiel a Deus.
Deixou 08 filhos e muitos netos. Que Deus proteja todos, debaixo de suas mãos poderosas. Na galeria da sua existência ficará uma tela em branco.

Conto por Aurelina Haydêe do Carmo 

---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.