Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Ratoeira

Fiz um curso de Poesias no Sesc Arsenal - A prova era, construir uma poesia. Sorteio, retirava de uma cumbuca palavras mais estranhas possíveis, e com essas palavras tinha que se fazer referentes a Cuiabá. Eu tirei Ratoeira x Cuiabá. Então fiz esta que estou repassando.
Fui muito aplaudida por todos. Espero que vocês gostem.

Ratoeira
Aurelina Haydêe do Carmo

Cuiabá, tricentenária
Suas casas com áreas
Aprofundadas com porões
Sombrio qual cavilações.

Cilada ardil e sagacidade
O Páu-rodado
Capturou o Picuá
Do povo da cidade.

Com estratégia
O caixeiro viajante
Vende de tudo.
De Ratoeira a sobretudo.

Nos antigos casarões.
Em lugares internos
Roedores se infestam
Para fazer a festa.

Armadilhas são colocadas
Nos sobrados de eira e beira.
Ratos no embuste pelo cheiro
Correm como ribanceiras,

Dentro das ratoeiras.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.