segunda-feira, 27 de junho de 2016

Aniversário de meu filho J.A. - Parabéns

Aniversário de meu filho J.A. - Parabéns
Aurelina Haydêe do Carmo


Hoje é aniversário do meu filho.
Jamais esqueci a minha felicidade em carregá-lo no ventre os nove meses -  Saúde e disposição. Fui trabalhar até a sexta-feira na expectativa que em qualquer momento este ser muito aguardado por mim, abriria seus olhos. No domingo ele chegou. Sabia que tinha que agradecer a Deus e pedir que Ele, estivesse com meu filho em toda trajetória.
Fui contar nos dedos, pés e mãos, levei um susto, a idade, já ultrapassou o numero de dedos.
Vivo contando...

Guardo na memória dias felizes que estamos desfrutando e que ainda iremos desfrutar.
Como não podemos aumentar as horas do dia, faz com que, cada minuto celebremos em Ações de Graça, pois consideramos muito importante cada segundo que vivemos.
Eu tinha e tenho o dever de mostrar o mundo e os desafios que ele encontraria ou encontra no decorrer de sua jornada.
E hoje canto Parabéns para você, filho querido.
Como no livro de memórias assim registradas agradeço a Deus todas as bênçãos derramadas sobre você meu filho.
Um beijo, filho querido, sua mãe Aurelina, te amo!

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Pixé

Pixé
Aurelina Haydêe do Carmo

 


Hoje a manhã
Raiou com um cheiro,
Aroma que não existe
Em nenhum outro meio.

Era o cheiro carregado,
Do milho torrado,
Milho torrado, que depois de socado,
Pois é! Vira pixé.

Pixé! Boca fechada,
Tirrim... fecha balaio.
Falar... engasga (São Brás).
Farofa prá todos os lados.

Canudinho de papel de pão,
Torradinho, marronzinho,
Farofinha na palma da mão.

Jogado na boca- PIXÉ.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 21 de junho de 2016

O pilão

Aurelina Haydêe do Carmo

Pilar o arroz,
Pilar o milho,
De batida em batida,
O pilão- Cultura em extinção.

Sentimento de gratidão,
Usado muito na zona rural.
Tradição do sertão.
Tem pra usar e prá enfeitar.

Paçoca de pilão ou
Paçoca de carne.
Restaurantes típicos oferecem
Esta culinária que apetece.

Pilão- mão de pilão.
Para usar...

Para decoração.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Porongo

Porongo.
Aurelina Haydêe do Carmo


É de utilidade
Chamado de vaso na cidade.
Cuité
Cuia
Cabaça.
O nome não importa.
Tudo passa,
Quando a sede bate a porta,
Cada gole
Sentada de cócora,
Alivia o calor

E emana frescor.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 14 de junho de 2016

O ESTOURO da BOIADA

O ESTOURO da BOIADA
Aurelina Haydêe do Carmo













A travessia da boiada.
Como era linda!
Nas altas madrugadas
De longe, eles vindo.

O berrante nos entusiasmava.
De longe ouvia
Despertava... mas... ninguém reclamava.
Dormia novamente sorrindo.

Só pela manhã ficava sabendo,
Do ESTOURO da BOIADA.
No Terceiro de Fora e de Dentro,
As portas ficavam fechadas.

A noticia do dia corria,
E, toda criançada sorria,
Sonhando ver na porta do Grupo,
O aviso que dizia...

Não haverá aula:

Motivo – O ESTOURO da BOIADA.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 10 de junho de 2016

No Pantanal

No Pantanal
Aurelina Haydêe do Carmo.

Acordei ao som dos pássaros.
Os carcarás são raros,
Periquitos, papagaios
Em cada galho.
Tomei café
E com muita  fé ,
Segui as pegadas
Da onça pintada.
Sol despontando,
Muito cedo esquentando
Nossos ânimos.

Foi lindo o que vimos.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 7 de junho de 2016

Saram

Saram
Aurelina Haydêe do Carmo














O trançado do Jacá,
Para nos era divertimento
Muita saudade dá,
Eram os melhores momentos

O taquaral crescia, acima do barranco.
O pescador num só tranco
Cortava as varas
E, em feixes carregavam.

No terreiro começavam
A feitura do trançado do jacá.
Parecia um cesto grande,

Presos nos galhos do SARAM.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Jacá

Jacá
Aurelina Haydêe do Carmo



Preso nos galhos do saram, está o JACÁ..
Muitos peixes- um montão.
Pescados em altas madrugadas.
Aguardam ser trocados por tostão.

São escolhidos e comprados,
Peixes vivos, várias espécies selecionadas.
E, o pescador arruma a tralha,
Segue o caminho do rio e trabalha

Cantando uma toada,
Não importa com a trovoada,
Olha o seu JACÁ.

Benze o corpo e desce o CUIABÁ.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo