Barra de vídeo

Loading...

sexta-feira, 21 de abril de 2017

INSPIRAÇÃO NACIONALISTA ( século XVIII).

INSPIRAÇÃO NACIONALISTA ( século XVIII).
Além dos cronistas, viajantes e historiadores, houve outros escritores que se inspiraram nas coisas do Brasil para compor obras literárias.
Foram na maioria poetas. Neles já se observa um desejo de exaltar a nossa terra, embelezando-a convenientemente.

Quase todos esses literatos pertencem ao século XVlll. Como esse século se caracterizou pelo aparecimento das primeiras conspirações pela independência do Brasil, não é de surpreender que obra dos literatos já possua inspiração nacionalista. Aliás, muitos desses intelectuais se envolveram em tais conspirações.

Cláudio Manoel da Costa, que se envolveu na Conjuração Mineira, deixou um poema histórico,
Vila Rica. Nele o poeta enaltece o heroísmo dos bandeirantes que descobriram o ouro em Minas Gerais.

No mesmo movimento de libertação do Brasil se envolveram outros poetas de valor, como Alvarenga Peixoto e Tomás Antônio  Gonzaga. Este escreveu muitos de seus trabalhos com o nome suposto de Dirceu, dedicando-os a sua noiva, Maria Dorotéia. É a famosa MARÍLIA, cujo nome também se popularizou, tal como Lindóia e Moema. Tomás Antônio Gonzaga é também considerado como o possível autor das satíricas CARTAS CHILENAS.

Esses poetas conspiradores pagaram bem caro pelos seus ideais. Tendo-se envolvido na Conjuração de 1789, foram presos e processados.
Melhor sorte teve Manuel Inácio da Silva Alvarenga, que participou da Conspiração do Rio de Janeiro. Embora fosse processado, não recebeu nenhuma punição grave, por falta de provas.

*Nem todos os que escreveram sobre o Brasil colonial se limitaram a elogiar ou a ver apenas as belezas da terra. Muitos com razão, procuraram  apontar os erros e as falhas que precisavam ser corrigidas. Como exemplo em suas cartas e sermões, Antônio Vieira ataca a escravização dos indígenas, a ganância dos colonos e os abusos das autoridades. Essas críticas lhe valeram muitos inimigos, tanto no Brasil como em Portugal.

Pesquisado por Aurelina in Historia do Brasil de Colônia a Nação Volume VI

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.