sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Explosão Patriótica

Explosão Patriótica

Visitando Napoleão o colégio militar de Fontainebleau, onde se faziam exercícios, perguntou a um aluno, ocupado em carregar uma peça:
_” Que pólvora é necessária para arrojar um  balázio de doze?”
_ “ Vinte e cinco arráteis” , respondeu o pequeno.
_ “ Vinte e cinco arráteis?” , torna Bonaparte, rindo.
“ Mas onde garoto queres tu que vá parar a tal bala?”
_ “Em Viena, meu senhor!”, respondeu a criança.
Como sabem, Viena é a capital da Áustria, país então principal adversário do imperador dos franceses.
Napoleão nunca mais perdeu de vista o pequeno estudante, que foi mais tarde o coronel Marnier.

W.M.Jackson, INC- Vol XII
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

O domínio sobre as Nações- CRISTO | Bom dia Cuiabá

O domínio sobre as Nações- CRISTO
Salmo 2. 1-2.

1-Por que se amotinam as nações, e os povos imaginam coisas vãs? 2- Os reis da terra se levantam, e os príncipes juntos se mancomunam contra o seu ungido.
O salmo segundo é um cântico messiânico. Nele, vê-se a vitória de Cristo, o Ungido de Deus, sobre as nações rebeldes e a implantação do seu Reino Eterno.

 A rebelião das Nações Contra Deus:
a) A pergunta irada de Deus. “Porque se amotinam as nações... Os reis da terra se levantam, e os príncipes juntos se mancomunam contra o Senhor...?” É uma pergunta irada contra o absurdo da natureza humana, no seu atrevimento em levantar-se contra o Deus Todo-poderoso!

b) A origem da rebelião. Trata-se de um prolongamento da rebelião iniciada nos céus, por Lúcifer. O adversário de Deus e de seu povo, não podendo lutar diretamente contra o Rei dos reis e Senhor dos senhores, sempre procurou, ao longo dos séculos, encontrar lugar no coração dos homens, levantando-os contra a soberania de Deus, contra suas leis e princípios.

c) A imaginação vã dos povos (v.1b) Os povos e seus governantes, tanto no passado quanto no presente, sempre deram lugar a imaginações vãs contra Deus. Filósofos e até teólogos chegaram a “decretar” a morte de Deus! É como se o vaso pudesse ter argumentos contra o oleiro (Is 29:16-17).

Na Espanha, o imperador romano, Diocleciano, mandou erigir um monumento, no qual se inscreveu: “A Diocleciano, máximo Hércules de César Augusto, por ter estendido o Império Romano de Leste a Oeste, e por ter apagado o nome dos cristãos”. É “o caso entre os outros cacos de barro” (Is 45:9), contendendo com o oleiro.

2. Contra o Filho de Deus

a) “Rompamos suas ataduras e sacudamos suas cordas” (v.3). O Evangelho de Cristo trouxe ao mundo a mensagem que liberta o homem do pecado, do diabo, mas que, ao mesmo tempo, liga o homem a Deus, através de ataduras espirituais, de cordas de amor. “Tomai sobre vós o meu jugo...porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve” (Mt 11:29-30). Em lugar do jugo de Cristo, as nações preferem o julgo do pecado.

b) Os sistemas mundiais contra Cristo. A última parte do versículo 2 do Salmo diz: “...e contra o seu ungido”. Não podia ser diferente. Os sistemas das nações estão arregimentados contra o Ungido de Deus. É que as nações rejeitaram e rejeitam a Jesus Cristo como o seu Senhor. Todos os sistemas do mundo estão se preparando para servir o Anticristo. Ver Jo 15:18; At 4:26-27

3. Contra a igreja.

 A rebelião das nações contra Deus e contra o seu Ungido vem materializando-se de forma sistemática e cruel contra a Igreja de Cristo. Nero (66 a 68), Marco Aurélio (161 a 180 a.D.), Septímio Severo (202-211), entre outros imperadores romanos, mataram muitos cristãos, lançando-os às feras, trucidando-os, queimando-os vivos etc. Hoje, nos países muçulmanos, a Igreja é ferozmente perseguida. 

*Pesquisado por Aurelina in LB 3°T 1997.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Um Capitão no Comando

Um Capitão no Comando
A justiça de Deus não tarda ( Mateus 24.44-51).
 
   Às vezes, parece que Deus tarda em fazer justiça.
   Porém, não é bem assim. O momento do Senhor é exato e nem sempre coincide com o nosso.
    Um Capitão ocupa o Trono
   Conforme Deus havia dito a Elias, Jeú, no tempo certo, seria eleito rei sobre as dez tribos do Norte. Ele conduzia os exércitos de Israel nas guerras que se faziam até que, passados alguns anos, o Senhor determinou que Eliseu enviasse um jovem profeta ao campo de batalha, onde ele se encontrava, e o ungiu. Era o momento de ele subir ao trono.
              Deus havia prometido a Acabe que alguns de seus descendentes reinariam em seu lugar. Quando este morreu, seu filho Acazias lhe sucedeu no trono; depois veio Jorão, seu neto, que governou pouco tempo.
             O acerto de contas
             Jeú subiu em seu carro, deixando o campo de guerra, e seguiu para Jezreel. Ali e em Samaria cumpriu-se o juízo de Deus sobre a família de Acabe.
             Virtudes encontradas no rei.
            Observamos alguns traços no caráter de Jeú que agradaram a Deus: entusiasmo, coragem, determinação, intrepidez, etc. Por isso, o Senhor o escolheu, para executar seu plano de restauração e fazer justiça
             O Todo- Poderoso assim procedeu para mostrar que sua vontade é soberana.

·         Pesquisado por Aurelina in Mensageiro da Fé (Mestre 8).
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

domingo, 1 de setembro de 2019

Entrevista sobre o livro De tudo um Pouco no programa do Clebinho

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo