Barra de vídeo

Loading...

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

O micro-ondas

O micro-ondas ( Autora: Aurelina Haydee do Carmo)

O garoto tinha aproximadamente  sete anos de idade(inicio da década de 80), estudava num colégio de destaque da cidade e os colegas comentavam sobre um aparelho milagroso a mais recente descoberta da tecnologia- o MICRO-ONDAS. Num minuto viam todos os seus lanches quentinhos, era uma verdadeira festa.

Um dia, o garoto chegou em casa, contando a novidade. O pai muito receoso com a nova tecnologia pensou...pensou... e falou consigo mesmo: Se eu comprei um computador de brinquedo para ele, aos cinco anos de idade, logo vi que ele dava jeito pra coisa, criei coragem comprei o de verdade- computador 264. O pai vaidoso porque seu filho além dos livros escolares gostava muito de revistas que falava em tecnologia.

Relutou muito a comprar o tal aparelho, diziam que as ondas magnéticas davam câncer e os meios de comunicação de massa desencorajava-o.

Um dia a sua irmã criou coragem e comprou. Deu um almoço na sua casa para apresentar a sua belíssima compra. Era ele, o temido “micro-ondas”.
Na hora do lanche, esquentaram pela 1ª vez os salgados. Que beleza! Ficaram entusiasmados.

Sem dúvida, não deixaria seu filho decepcionado. Na 2ª feira cedo deixou seu filho na escola e antes do trabalho, lá estava ele na porta da loja, com toda a coragem comprou, agarrou a caixa e nem esperou a loja entregar, colocou no porta mala e saiu feliz. Nesse dia, ficou tão ansioso no serviço, que parecia que as horas não passavam.

Chegando em casa, abriu o porta mala do carro e lá estava ele “o tímido” que fez com que os olhos do filho brilhassem e uma pequena lágrima de alegria correu sobre a sua face. Agarraram a caixa e foram logo experimentar, cozimento instantâneo: pipoca, bebida, pratos congelados, hambúrguer, batata, bacon. Cada dia uma novidade.

Como demorou passar aquela semana, até que enfim chegou o domingo. Reuniram para o almoço. A expectativa toda era em torno do aparelho.
Depois do almoço, como eles já dominavam a nova tecnologia, ficaram a vontade. Prepararam um bolo, receita do livrinho que acompanha a compra.

Eles (as crianças) felizes e as mães também. Ufa! Até que enfim iriam aposentar do fogão. As crianças só conversavam em: na próxima semana o que iam fazer de novidade. Tão entusiasmado uma das crianças dormiu naquela noite, e lá pelas tantas da madrugada acordou gritando e chorando. Preocupada e nervosa a sua mãe perguntava o que tinha acontecido. A criança soluçava e chorava, quase não podia falar. Depois de tanta insistência ela falou que foi carregar o micro-ondas, tropeçou no batente da porta, e o aparelho virou pedaços (chorava e chorava).
Ela viu ali todo o seu sonho desmoronado. Foi muito difícil explicar que foi apenas um pesadelo.

Na 3ª semana ninguém mais tinha nenhum entusiasmo pelo tão falado micro-ondas. Hoje, ele mais parece um enfeite de cozinha. Serve apenas para esquentar comida. Nem se percebe o pi,pi,pi do micro ondas.

Escrito por Aurelina Haydee do Carmo.


Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo.

Adicione a professora Aurelina nas Redes Sociais:
https://www.facebook.com/bomdiacuiaba/
https://www.instagram.com/aurelinacarmo/
E-mail: aurelinacarmo@gmail.com

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

AGOSTO- Com muito gosto

AGOSTO- Com muito gosto


“Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora,
Que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito”.

Provérbios 4.18

Dizem por aí que o mês de agosto é o mês do desgosto.

Falam de alguns infortúnios que aconteceram, como que se fossem influenciados pelo mês, e nunca pelos desequilíbrios presentes, por razões diversas na vida de algumas pessoas, que fizeram loucuras que nada tinham a ver com o mês, e sim com os seus próprios desencontros psíquicos.

Deus não tem um calendário de fatalidades para acontecerem no mundo.
Todas elas são resultados das ações marcadas pelas imperícias e precipitações das pessoas envolvidas, ou consequências de atitudes de outros, que agiram de maneira inconsequente.

Agosto é tão bom como Janeiro, Outubro , Julho, ou Dezembro , ou qualquer outro mês. É até melhor que alguns colegas dele, por ter mais dias: enquanto vários outros têm somente 30 dias, e um outro só 28, e de vez em quando chora muito para viver mais e consegue chegar a 29 dias.
Agosto nos proporciona o privilégio de vida por 31 longos dias, vividos com muito gosto.

O dia, a semana ou o mês, não faz ninguém mais ou menos feliz.
Nós é que devemos fazer os dias, as semanas, os meses e a vida toda sempre mais feliz, mais abençoada e mais vitoriosa.
Isso não acontece simplesmente pelo falar, mas principalmente pelo agir.
As nossas ações determinam o resultado e a qualidade que alcançamos na vida.
Não vivemos como sonhamos, mas desfrutamos do que sabemos ser o melhor da vida, quando oferecemos aos outros a contribuição que gostaríamos de receber para que a nossa vida fosse a melhor possível.

Pesquisado por Aurelina, IN Falando ao Coração.

 ---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 28 de julho de 2017

O milagre esta em sua Casa


Deus concedeu a Eliseu autoridade espiritual para que ele pudesse suceder Elias. O seu ministério foi marcado por muitos milagres. Vamos relatar o milagre que Deus operou por intermédio do seu servo para salvar uma viúva e seus dois filhos de uma crise financeira.

O risco de perder os filhos. A mulher corria o risco de perder seus dois filhos para os credores. Eles poderiam ser vendidos como escravos para saldar a dívida. A situação era gravíssima, pois não havia emprego para uma viúva. Ela também não tinha dinheiro, joias ou qualquer tipo de alimento em casa. Vivemos tempos de grandes dificuldades econômicas, quando muitas famílias estão vivendo em absoluta pobreza. O número de desempregados é um dos maiores da história do país. Muitos já não têm como sustentar suas famílias, e falta o pão de cada dia. Estão desempregados e padecendo necessidades. Precisamos, como Igreja do Senhor, socorrer os necessitados e aflitos.

A viuvez. 

No Antigo Testamento, a mulher trabalhava somente em casa e era sustentada pelo seu marido. Quando o marido morria, era amparada por seus filhos ou parentes, até que encontrasse algum familiar que se tornasse o remidor, casando-se com ela. No caso da viúva que Eliseu ajudou, não houve quem a remisse. Pelo contrário, a dívida contraída por seu marido deveria ser paga com a venda de seus filhos. Em meio a crise financeira, a mulher lembrou-se do homem de Deus. Talvez Eliseu tivesse conhecido aquela família nos tempos de bonança. Deus não desampara as viúvas e os órfãos.

Deus nos concede a sua provisão na medida certa.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 25 de julho de 2017

CARATERÍSTICAS DO MUNDO ATUAL

CARATERÍSTICAS DO MUNDO ATUAL

1. Uma sociedade centrada no homem.

Vivemos em uma sociedade em que o antropocentrismo prevalece. A palavra antropos significa "homem", e antropocentrismo traz a ideia do homem como o centro de tudo. Certo filósofo pré-socrático declarou que "o homem é a medida de todas as coisas".
Tal ideia faz do homem o centro do Universo. Sabemos que o homem é falho e finito. Deus, o Criador, é o soberano. Deus, o Pai, tornou seu Filho Jesus, a razão e o centro de toda a criação. Paulo, escrevendo aos Colossenses afirmou: "Ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por Ele" (Cl 1.17). Os humanistas, na verdade são "amantes de si mesmos"(2 Tm 3.2). O humanismo deve ser repudiado pela  liderança da igreja e por seus membros.

2. Uma sociedade relativista.
O relativismo ético e moral nega a existência de verdades absolutas, especialmente, os princípios e ensinos imutáveis da Palavra de Deus. O certo e o errado se confundem, pois as verdades passam a ser relativas. Aqui há a negação de qualquer lei superior para orientar a vida das pessoas. Por isso cremos que o relativismo tem causado danos em nossos dias.

3. Uma sociedade secularizada.
Segundo o teólogo Claudionor de Andrade o secularismo é a "doutrina que ignora os princípios espirituais na condução dos negócios humanos". Essa doutrina também perverte os nossos valores cristãos. Ela corrompe as verdades bíblicas para perverter a igreja e desviá-la da fé cristã, pois o secularismo valoriza a forma em detrimento do conteúdo.

Pesquisado por Aurelina in EBD

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 21 de julho de 2017

A CRISE COMO UMA REALIDADE

I. A CRISE COMO UMA REALIDADE

1. Deus criou um mundo perfeito. Deus criou um mundo perfeito e nele colocou o homem, para cuidar da criação e com ela habitar. Adão recebeu do Criador a missão de governar a Terra e cultivar o solo. Por um período de tempo (não sabemos quanto tempo), Adão e Eva viveram sem crise e em harmonia, governando o mundo. Todavia, Adão e Eva desobedeceram a ordem de Deus. A terra também sofreu as consequências (Gn 3.17). O pecado deformou a humanidade e fez com que o mundo viesse experimentar as diferentes crises que temos visto. A primeira crise que Adão enfrentou foi no seu relacionamento com sua esposa, Eva. Adão culpou a Deus e a mulher pelo seu erro (Gn 3.12). Em meio às crises, sejam elas de diferente ordem, temos a tendência de sempre culpar alguém.

2. Uma sociedade em crise. Com a Queda, vieram os males e as crises, que assolam a Terra até os dias atuais. A apostasia tornou-se universal. Hoje parece não haver mais limites ao adultério, a imoralidade e a corrupção. O homem está cada dia mais distante de Deus e cometendo toda sorte de torpeza. Nossa geração assemelha-se a dos dias de Noé. Contudo, Deus está no controle. O Dia do Senhor virá e a sua justiça será feita. Vivemos em uma sociedade corrupta e perversa, mas não pertencemos a este mundo, por isso, não podemos nos conformar com a sua maneira de pensar e agir (Rm 12.2).

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 18 de julho de 2017

Crise

Resultado de imagem para Crise
A crise política. Israel enfrentou uma terrível crise política depois da morte de Salomão. Roboão, o filho sucessor, pede conselhos aos anciãos, mas ignora as orientações deles. Ele prefere seguir os conselhos de seus amigos (1Rs 12.10). Roboão buscou fazer aquilo que era melhor para si e não para o seu povo. Os resultados foram os piores possíveis. A nação foi dividida, afastando o povo de Deus. Essa divisão perdurou por muito tempo trazendo dor e sofrimento para todos. Quando homens insensatos assumem o poder, toda a nação sofre as consequências.
Atualmente, o Brasil está enfrentando uma crise política sem precedentes. Ela tem sido destaque nos principais jornais do mundo. A cada dia surge um novo escândalo. Estamos vivendo um momento muito delicado. A corrupção tem se alastrado como um câncer, atingindo todos os poderes. Como Igreja do Senhor, temos que orar em favor da nossa nação e lutar contra toda a forma de corrupção, pois temos um Deus que é santo e que abomina tal condição. Quando escolhemos, de forma errada, uma pessoa para nos representar tanto no Executivo quanto no Legislativo, a injustiça se alastra e muitos problemas surgem, como os que ocorreram em Israel (Dt 16.18-20; Is 1.23).
A crise econômica.Muitos países já enfrentaram terríveis crises econômicas ao longo dos anos. Nas Escrituras Sagradas, encontramos, no livro de Gênesis, a extraordinária crise de alimentos pela qual passou toda a terra (Gn 41.55,56). Porém, a crise foi revelada a Faraó por intermédio de um sonho (Gn 41.1-8). Deus deu a José a interpretação do sonho e ele foi levantado como governador do Egito. José recebeu de Deus sabedoria para administrar em tempos de crise. A crise foi tão intensa que pessoas de todas as terras se dirigiam ao Egito para comprar alimento (Gn 41.57).
No Brasil, a crise econômica que estamos enfrentando está diretamente ligada à crise política. Segundo alguns economistas, o “Brasil não sairá da crise econômica se não resolver a crise política e ética”. Em meio à crise não podemos nos desesperar nem nos entristecer. Precisamos orar e confiar no Deus de toda provisão.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 14 de julho de 2017

A Sobrevivência em Tempos de Crise

A Sobrevivência em Tempos de Crise
Imagem relacionada
As crises podem ser superadas
com sabedoria, fé e com a ajuda de Deus.

O mundo vem enfrentando ao longo do tempo varias crises. Jesus nos alertou que no mundo teríamos aflições, mas prometeu estar conosco todos os dias, até a consumação dos séculos (Mt 28.20). Não estamos sozinhos em meio às crises. Sabemos que o Brasil enfrenta uma séria crise política, moral e econômica sem precedentes.

Já se fala em milhões e milhões de desempregados. Muitas empresas estão fechando suas portas; a indústria não consegue escoar a produção, pois o comércio não tem para quem vender os produtos. E o resultado é a tão temida recessão econômica. A crise também tem afetado a área da saúde. Os que buscam os hospitais públicos sofrem nas filas de espera. Faltam médicos, remédios e leitos, e muitas pessoas morrem sem conseguir atendimento. A Educação também tem enfrentado crises. Vivemos em uma sociedade caótica, porém temos um Deus que cuida de nós.