quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

DEZEMBRO

DEZEMBRO

As cidades ficam iluminadas.
Luzes coloridas a lembrar-nos que é Natal
torna tudo mais bonito:
casas, praças, shopping centers...
E Papai Noel
(o bom velhinho)
cobra caro por uma foto com criança inocente.

Em dezembro as ofertas são muitas,
os comerciais a lembrar-nos que é preciso dar presentes
torna tudo mais intenso:
família, amigo-secreto, namorados...
E o crediário
(símbolo do nosso capitalismo selvagem)
apresenta-se disfarçado de 'espírito do natal’.

Mas nem todos são iluminados pelas luzes de dezembro,
que piscam a lembrar-lhes que existe um abismo social.
A realidade mostra sua face no olhar sedento
ante a vitrine, ali mesmo, em frente à praça...
E criança que não paga
(dura lição que se aprende)
não tem foto com o velhinho mercenário.

Mas há um dezembro esquecido, uma história que não contaram.
Que Deus um dia desceu do céu, nasceu menino,
e chegando por aqui, sentiu a realidade:
Experimentou o lado cruel dos corações...
Ensinou que o amor é a essência
(“nisto sereis conhecidos, se tiverdes amor”)
e que atitudes valem mais que presentes.

Em dezembro as luzes podem não trazer alegria,
pode nada receber e nada ter a dar.
A noite pode ser de sonhos e lágrimas,
mas uma estrela brilha mais que as luzes coloridas...
Há um Natal
(“um Menino nasceu”)
e d’Ele brotam as fontes de amor e vida!

(Jefferson Lima)

Aurelina Haydêe do Carmo - Acadêmica -  AIAP- cadeira 587/ 21 - tem 4 livros publicados, premiada - poeta brasileira Sarau Brasil 2018.
 

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



segunda-feira, 22 de novembro de 2021

O trampolim inexistente

O trampolim inexistente
Nunca escondi uma mania (um vício, uma obsessão) que sustenta minha escrita. Não consigo começar a escrever — seja uma ficção, um ensaio, um artigo para o jornal, o que for — sem antes anotar no alto da página a palavra “nada”. Lembro-me do dia em que isso começou. Estava com uma gripe forte. O desânimo e a apatia me dominavam. Ainda assim, precisava entregar um texto — uma crônica — até o final daquele tarde.

Passei muitas horas diante da tela em branco de meu primeiro computador. A tela me hipnotizava. Sugava-me para seu interior, arrastava-me para seu centro ausente, esvaziava-me. Eu precisava de um chão — assim como os nadadores, que sem dispor de um trampolim, não podem dar seus saltos. Mas me faltava um chão. Lembro que pensei: “Estou perdido. Os cozinheiros, pelo menos, têm suas receitas, e os economistas, suas planilhas. Eu nada tenho”.

Foi então que me ocorreu: esse “nada” era meu único consolo, era meu único ponto de partida. Não tinha outro apoio, nada em que me amparar. Nada mesmo. Foi aí que decidi a ele me agarrar e, julgando-me um pouco tolo, escrevi a palavra “nada” no alto da página vazia. É difícil descrever o alívio que aquilo produziu em mim. De repente, eu pisava em alguma coisa. Alguma coisa — ainda que nada — me sustentava. Um nada, que nada é, ainda assim se oferecia como algo que era só meu. E um escritor, para começar, precisa desse sentimento de que só ele, e mais ninguém, possui algo, por mais insignificante ou ridículo que seja, ou não conseguirá escrever.

Logo depois, em um jato, escrevi minha crônica. De tal modo me agarrei àquela palavra mágica, “nada”, que já não me recordo que crônica escrevi. A crônica era o que menos importava. Como se um atleta olímpico, depois de um salto ornamental, declarasse: “O salto foi medíocre. Mas de que trampolim eu saltei!”. Desde então, começar meus textos com a palavra “nada” se transformou em um ritual. Algumas vezes, constrangido, eu me pego anotando-a no alto da lista de supermercado, ou da agenda semanal. Nada é meu trampolim. É meu solo. Sem nada não sou ninguém. (...)

(Castello, José. Caderno Prosa&Verso. Junho de 2012)

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Instagram | instagram.com/aurelinacarmo

Facebook | https://www.facebook.com/bomdiacuiaba

YouTube | https://www.youtube.com/user/Bomdiacuiaba/videos

sexta-feira, 19 de novembro de 2021

penúltimo mês do ano

Aurelina Haydêe do Carmo - Acadêmica -  AIAP- cadeira 587/ 21 - tem 4 livros publicados, premiada - poeta brasileira Sarau Brasil 2018.  

*o referido texto é uma aldravia.

*Aldravia é uma poesia composta por seis linhas poéticas resumida em palavras que exprimem grandes emoções!


Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



Dia da bandeira | Aurelina Haydêe do Carmo

Dia da bandeira | Aurelina Haydêe do Carmo

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



terça-feira, 16 de novembro de 2021

Abecedário


Aurelina Haydêe do Carmo - Acadêmica -  AIAP- cadeira 587/ 21 - tem 4 livros publicados, premiada - poeta brasileira Sarau Brasil 2018.  

*o referido texto é uma aldravia.

*Aldravia é uma poesia composta por seis linhas poéticas resumida em palavras que exprimem grandes emoções!


Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



segunda-feira, 15 de novembro de 2021

15 Novembro - A Proclamação da República

bandeira
auriverde
símbolo
da
Nacionalidade
Brasil

Aurelina Haydêe do Carmo- Acadêmica -  AIAP- cadeira 587/ 21

*o referido texto é uma aldravia.

*Aldravia é uma poesia composta por seis linhas poéticas resumida em palavras que exprimem grandes emoções!

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



quinta-feira, 4 de novembro de 2021

Dia Nacional da Cultura e da Ciência ( 05 de Novembro).

Palácio  da Justiça onde repousa o corpo de Rui Barbosa.

Dia Nacional da Cultura e da Ciência ( 05 de Novembro).

Rui Barbosa (1849- 1923 ).

Pela importância das duas áreas, no dia 05 de novembro é comemorado o DIA da CIÊNCIA e CULTURA, data instituída pela Lei 5 579 de 1979 em comemoração ao aniversário de Rui Barbosa. A data tem como objetivo estimular a produção de conhecimento científico e expressões culturais em todo o país

 Não é só nos campos de batalha que se forjam os heróis.

Há também os heróis da vida civil. Rui Barbosa foi um desses.

A sua trincheira era a banca de advogado, a mesa do escritor e do jornalista, a tribuna do Parlamento. Suas armas a inteligência e o saber. Lutando sempre pelo respeito à lei e à liberdade.

Pesquisado por Aurelina em vários volumes do TJ- W. M.Jackson, INC- 1963- SP.)

 Com muito orgulho  em comemoração a esta magnifica data quero mostrar um pouco o que tenho feito pela nossa cultura.

Sou uma poetisa, reconhecida pelo SARAU BRASIL- 2018.

- Agradecida a Élle Marques-  Diretora Executiva- Mundo Cultural WORD  de quem tive a honra de receber o  DIPLOMA  de Mérito Literário em  destaque e reconhecimento- contribuição na ARTE Literária.

 Receber este Diploma *CANETA de OURO  da FEBACLA- Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes, tornando me notória em todas as INSTITUIÇÕES CULTURAIS- certificando-me que que sou uma Escritora  de grande expressão literário no Brasil e no Exterior.

Esses títulos  para  mim foi muito comovente e não guardo jactância.

- Receber o título vindo do Presidente da FEBACLA- Príncipe Dom Alexandre da Silva Camêlo Rurikovich Carvalho *HONORÁVEL MESTRE Da LITERATURA BRASILEIRA,  fiquei muito grata pelo reconhecimento




Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



segunda-feira, 1 de novembro de 2021

Dia de finados( 02 de Novembro)

Professora Aurelina Haydêe do Carmo- catedrática da AIAP e ocupa a cadeira 587 da Academia Intercontinental  de Artistas e Poetas . Patrono/ Patronesse , Josué  Montello/ Élle Marques.

"Aldravia " traz em si o sentido de ser um estilo poético  que, por sua formatação  singela e singular desperta e convida; mesmo aqueles que nunca tiveram contato com a literatura, a caminharem juntos no mundo da poesia. Uma arte que abre as portas para o ingresso ao universo literário. ( Andréia  Donadon).




Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



sexta-feira, 29 de outubro de 2021

29/10 Dia Nacional do Livro | Bom dia Cuiabá - @aurelinacarmo

Professora Aurelina Haydêe do Carmo escritora é poetisa - Ocupa no Grau Honra e posição de Acadêmica Internacional cadeira 124. Patrono Rainer Maria Rilke. FEBLACA - Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências Letras e Artes.

Pertence também a AIAP - Academia Intercontinental de Artistas e Poetas - cadeira 587 tendo como Patrono/Patronesse: Josué Monteiro / Ellen Marques

Amo Ler.













Hoje comemoramos o Dia Nacional do Livro!

Celebramos a importância da leitura e, consequentemente, dos livros em nossas vidas.

A escolha da data deu-se em homenagem ao dia em que também foi fundada a Biblioteca Nacional do Brasil, localizada no Rio de Janeiro, quando a Real Biblioteca Portuguesa foi transferida para a colônia, em 1810. Hoje, a Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro é a maior da América Latina e está entre as dez maiores do mundo.

Eu acredito no poder transformador dos livros! Eu acredito no poder das pessoas!

#DiaNacionalDoLivro #PorteDeLivros #leitura 


AMO LER

Professora Aurelina Haydêe do Carmo.


Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Hoje é meu Aniversário (20 de Outubro).


Parabéns Aurelina.

Hoje é meu Aniversário (20 de Outubro).

Como Josué 14 verso 10 b- e o Senhor me tem conservado com vida até hoje.
 Josué -Verso 11 b -Ainda tenho bastante força para combater na guerra e para fazer o que for preciso.
Permita Deus que eu saiba encarar a vida com coragem e vive-la com Gratidão, perseverando na fé. Que 

Deus abençoe todos que estiveram comigo durante este ano. Minha alegria é que eu nunca estive só. Sempre Deus e vocês ao meu lado.

Que Jesus Cristo nos conceda dias de PAZ, para que a porção que precisamos para os dias vindouros esteja nos amparando, renovando nossas forças para que possamos enfrentar as nossas impossibilidades. 

Que não nos falte esperança diante de tantas aflições.

Vamos avante em mais um ano que o Senhor nos conceda Graça para viver juntamente com alegria desfrutando do conviveu com meu filho JA, meu neto JP e minha nora que nos momentos difíceis sempre esteve ao meu lado.

Vamos avante em mais um ano que o Senhor nos conceda e tenho certeza que com sua Graça serei Vitoriosa.

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Aurelina Haydêe do Carmo no programa veracidade

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



sábado, 4 de setembro de 2021

Lições da Boiada - ( 03 minutos áudio )

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



sexta-feira, 27 de agosto de 2021

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Dia 27 de agosto 2021 minha posse na Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências Letras e Artes na FEBLACA

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Aurelina Haydêe do Carmo

Professora Aposentada UFMT,

Poetisa, escritora e Blogueira no blog

www.bomdiacuiaba.com.br

aurelinacarmo@gmail.com



quarta-feira, 11 de agosto de 2021

11 de Agosto dia do Advogado

Dia do Advogado

Esta tela dei de presente para o meu filho João Aurélio, pintei e com muito carinho foi entregue no dia em que ele recebeu a carteira profissional da OAB.

Hoje “DIA do ADVOGADO” parabenizo todos os Advogados , que lutam por justiça e deixo este magnifico conto extraído do W.M. Jackson, INC.

- A justiça e a Amizade - 

Viera à corte de Fernando II certo príncipe da Itália que pretendia a investidura de um rico feudo. Travaram amizade tão estreita que todos davam por certo o bom êxito da pretensão. Estudando, porem, o merecimento da causa, negou-o imperador a mercê. 

Disseram-lhe alguns cortesãos: “Como há de V. Majestade tratar daqui por diante a este príncipe?”


Respondeu: “Do mesmo modo que até aqui, porque nem eu, pela amizade, podia desviar-me da justiça, nem ele pode interpretar que a justiça é falta de amizade”.
---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo