segunda-feira, 11 de novembro de 2019

As armas do garoto | Bom dia Cuiabá

As armas do garoto.

Davi atribui a vitória que obteve sobre o urso e o leão não à sua habilidade, mas a Deus. Sendo assim, sua base para lutar contra Golias é a fé em Deus. Saul tentou preparar humanamente Davi para a guerra, pondo nele as suas armas, sem sucesso. O garoto as deixou de lado, e tomou seu cajado, sua funda e cinco pedras. O cajado era usado para ajudar na caminhada e enxotar os cães ferozes; a funda era usada por pastores e, para quem soubesse fazer bom uso, ela se tornava uma arma perigosa, como no caso dos benjaminitas (Jz 20.16). Davi lançou a pedra com sua funda, acertando o gigante, que caiu atordoado. Prontamente Davi toma dele a espada e lhe corta a cabeça. O garoto venceu essa batalha porque confiou em Deus e dependeu exclusivamente da armadura divina, e não das armas de Saul, que são uma referência aos recursos apenas humanos. O cristão que deseja ser vitorioso contra as forças de Satanás precisa se revestir da armadura de Deus (Ef 6.13-17)


O contraste entre Davi e Golias. Humanamente, era impossível Davi vencer Golias, visto que este era um gigante, e Davi, um jovem comum; mas todo o diferencial estava na unção que Davi recebera e a fé que tinha em Deus. Paulo disse que o cristão anda por fé, não por vista (2 Co 5.7). Enquanto todos temem o desafio do gigante, Davi responde com segurança por confiar no Senhor. Ele não entraria nesse combate com os ideais de Golias, que buscava manter sua fama de grande guerreiro, um campeão de batalhas; pelo contrário, todas as vezes que era necessário lutar, Davi procurava saber a orientação do Senhor, pois ele não guerreava suas guerras, mas sim as de Deus (1 Sm 22.10; 23.2,4.10; 30.8; 2Sm 2.1), pois seu propósito era exaltar o nome do Altíssimo. Nossas batalhas não devem ser pela busca de nossa glória, honra ou destaque pessoal, mas pela glória de Deus (Rm 11.36).
Pesquisado por Aurelina in EBD | 4° Trimestre 2019

https://www.bomdiacuiaba.com.br/2019/11/as-armas-do-garoto-bom-dia-cuiaba.html

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

O Coração.

O Coração.

O coração aparece em toda a Bíblia como o centro da vida física, espiritual e mental; emotiva e volitiva. É a fonte de vários sentimentos e afeições, como alegria e tristeza (Pv 25.20; Is 65.14). O coração é a sede do pensamento e da compreensão (Dt 29.4; Pv 14.10). Seu uso metafórico aparece como a fonte causativa da vida psicológica de uma pessoa em seus vários aspectos, mas a ênfase especial nos pensamentos significa o “homem interior” (Mt 22.37; 2Co 9.7; Rm 2.5). Esse sentido aparece também no Antigo Testamento: “guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da vida” (Pv 4.23).

O nosso comportamento na vida diária, no lar, na Igreja, no trabalho e na sociedade reflete o que há em nosso coração, e isso mostra por si só quem domina a nossa mente. Há pontos na fé cristã que são inegociáveis, e quem é dominado pelo Espírito não abre mão de sua fé nem cede um milímetro sequer de sua fidelidade a Deus. É esse espírito que domina a mente dos cristãos fiéis em Cristo Jesus.
Pesquisado por Aurelina in Revista EBD 1° T de 2019

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

O verdadeiro refúgio

O verdadeiro refúgio

Senhor, tu tens sido o nosso refúgio, de geração em geração SL 90.1
Durante milênios os filhos de Deus ao redor do mundo tem alimentado a sua alma e edificando a sua fé através das palavras do Salmo 91. Nos momentos de aflição, crise e angústia este Salmo tem sido uma arma e uma bandeira, uma fonte de inspiração e um tesouro espiritual para os fiéis.

Cristo é um refúgio pessoal
Longe de ser uma teoria inerte e vil, como muitas que enchem a terra, a fé cristã é uma verdade e um fato. É uma experiência do homem com Cristo. Uma experiência profundamente pessoal. O evangelho afirma: “E levou-o a Jesus “(João 1.42. “Achamos o Messias “ (João 1.41). “Eu sei em quem tenho crido”( 2 Tm 1.12).

Ele é meu Refúgio
Neste mundo de turbulência, incertezas e agonias, necessitamos extremamente de um refúgio seguro. Jesus é um refugio contra a tempestade (Is 32.2), e contra a chuva (Is 4.6) e sombra contra o calor (Is 25.4). À sombra de suas asas nos abrigamos, até que passem as calamidades (Sl 57.2). Ele tem sido nosso refúgio de geração em geração (Sl 90.1).

Ele é minha fortaleza

O profeta Isaías O denominou de Deus forte(Is 9.6). Zacarias disse que “Ele nos levantou uma salvação poderosa”(lc 1.69) Ele disse: “Todo o poder me foi dado ...”(Mt 28.18 ). Assim Ele está inerentemente qualificado para ser a nossa fortaleza. Paulo afirmou: “Tudo posso naquele que me fortalece(Fp 4.13).

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo