sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Pai falou, tá falado.

Pai falou, tá falado.
Conto por Aurelina Haydée do Carmo.

Era inverno, o tempo estava frio e muita garoa, aproveitei para dormir cedo.
Dormi cedo, acordei cedo, exatamente 08 horas de sono, como manda o figurino (risos).
Então: Fazer o quê, numa manhã fria!

Aproveitei a temperatura- fui tomar um delicioso chocolate quente e olhando a fumacinha que subia da minha antiga xicara de porcelana (olha o detalhe-duas asas)- lembrei que é engraçada a nossa vida. 

Tudo muda, tudo passa, qual uma fumaça. Até as horas ( o relógio) mudou.

No século passado, que passou, mas não faz muito tempo, os filhos pediam aos pais para ir a uma festa. Os pais diziam: Vai, mas volta cedo. Cedo era 21h30min até 22 horas.

Hoje as horas parecem que mudaram (relógio).


Eles (filhos) , e nós vamos cedo ou tarde? Não sei... e que horas voltamos? Não sei...Fico confusa. O relógio está um pouco complicado. As horas endoidaram. Difícil pra entender.
Semana passada recebi um convite para uma festa (convite individual), para as 22 horas.

Fiquei confusa, se vou tarde, significa que tenho que voltar cedo.

A filha de minha amiga estava comentando que ela é muito obediente aos pais. Quando ela vai a uma festinha, ela faz tudo para voltar prá casa de preferencia assim que o dia começa a clarear.
Pergunto: Ela volta tarde ou cedo da festa?

O pai não gosta que ela fica andando por aí tarde da noite.
Obedecendo o pai, ela passou a noite toda agarradinha. Em quem?
Não é em quem  você esta pensando...É no relógio, é claro, para não perder o horário.

Pensei! Filha obediente...

Pai falou, tá falado.
---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.