Barra de vídeo

Loading...

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Priscila (Mulheres da Bíblia).

Priscila (Mulheres da Bíblia).
Atos 18:18-28.
Romanos  16:3

Priscila e seu marido, fabricavam  tendas. Era um bom trabalho, mas bastante cansativo. Uma de suas vantagens era que se conhecia muita gente. Priscila gostava muito das reuniões que todos os trabalhadores faziam no final da tarde para contar histórias.

Um dia conheceu um homem chamado Paulo.

Ele falava a respeito de Jesus. Explicava como Jesus havia morrido, ressuscitado, subido ao céu e, depois, mandado o Espirito Santo para ajudar os cristãos.

Uma vez, quando Priscila estava trabalhando em uma cidade chamada Éfeso, ouviu um homem ensinando coisas sobre Deus.
Priscila aproximou-se e ficou ouvindo um pouco.
O homem chamava-se Apólo.
Priscila e seu marido Àquila convidaram Apolo para jantar e contaram-lhe a parte da história de Jesus que ele não sabia.
Dali em diante, Apolo poderia ensinar a verdade completa sobre o amor de Deus e o plano que ele tem para nossas vidas.


*Pesquisa feita por Aurelina, na Bíblia das meninas.
---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

terça-feira, 25 de agosto de 2015

O BERRANTE.

O BERRANTE.
Aurelina Haydêe do Carmo

O berrante tocava.
Tocava, tocava.
E a boiada passava...
Furiosa, apressada, dispersava...


Era só correria,
Boi bravo também corria.
Portas fechadas,
Comércio parado.

O que teria acontecido?
Foi o estouro da boiada,
Transtorno para o vaqueiro,
Que já esta cansado.

Com a camisa suada, paciência,
O boiadeiro com seu berrante,
Com muita persistência
Consegue trazer o boi errante.

Abana, com seu chapéu de palha.
Vendo a boiada espalhar,
E, o som melancólico toca,
A boiada segue a rota.

Caminho do matadouro,
Sua carne vai ser festa.
Matar a fome é o que resta,
Em troca de um picuá de ouro.


---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sábado, 22 de agosto de 2015

22 de Agosto - Dia Mundial do Folclore

O repente é a voz da cultura recheada de poesia

Uma boa cantoria enche de prazer as noites do sertão e de muitas cidades onde haja admiradores da cultura brasileira. E quem é que não se encanta ao ouvir os repentistas? Dedilhando em suas violas, cantam versos carregados de emoção. Ou contam façanhas sobre si. Ao mesmo tempo em
que criticam o adversário. E os  ouvintes ficam à espera de que o outro cantador se saia com uma tirada ainda melhor, para ver quem vence o desafio. No fim, quem ganha é a plateia.

Mais que ser bom poeta, o cantador precisa se informar das novidades e também conhecer História, Geografia, Mitologia, Religião e Ciências.

É uma verdadeira Enciclopédia, que vai espalhando sabedoria ao cantar.
Em Sextilha, Moirão, Gemedeira, Galope e outras tantas modalidades de cantoria, improvisa sobre as devoções do povo, a valentia e até antigos romances de cavalaria.

No início, apresentavam-se em fazendas ou pequenos povoados. Hoje participam de festivais, programas de rádio e de televisão para todo o país. Além de gravar CDS e Videos. 

Mesmo quem nunca assistiu a uma peleja, pode ler as mais famosas, reescritas em folhetos de cordel, o que aumenta ainda mais o gosto pelo REPENTE.
Pesquisado por Aurelina in Agenda da Caixa(texto : João Bosco Bezerra Bonfim).

---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Quem sou?

Quem sou?

Folheio o livro da memória e reavivo lembranças dos anos idos e vividos e dos velhos amigos daqueles velhos tempos.

Mantenho sempre atuais as doces e saudosas horas da adolescência.
Amenizo angustias e aflições; suavizo as cicatrizes deixadas pelo afiado corte do alfanje do tempo.
Acompanho notícias do mundo inteiro e trago visões das terras distantes
.
Nossa moderna civilização depende largamente de meu esforço.
Os homens passam e os impérios se reduzem a pó; não obstante, minha magia preserva imagens fiéis para conhecimento das futuras gerações.

Não estou me orgulhando, mas a tudo e a todos sou útil.
Resolvo mistérios impenetráveis aos olhos dos mortais.
Ilumino as paginas da história e ajudo o povo a aprender.

Nascida de um instante efêmero de luz, fixo-me perfeitamente e me transporto a eternidade.
Necessária na guerra e na paz,
Sou serva do homem e também sua senhora.

Sou a ARTE e sou negócio.
Eu sou a FOTOGRAFIA.
                        Charles Abel.


Revirando meu Baú encontrei estas fotos, foram tiradas a quase 100 anos atrás.

---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Poesia - Boi-Pá.

Achaste mel? Come o que te basta. (Provérbios CAP. 25 verso 16a)

Filho meu, saboreia o mel, porque é saudável, e o favo, porque é doce ao teu paladar (Provérbios CAP.24 verso 13)

Poesia - Boi-Pá.
Aurelina Haydêe do Carmo

Doce lembrança,
Saudade dá,
Dos tempos de criança,
Lambuzando um Boi-Pá.

Doce de abóbora madura,
Cozida no melaço
Derretido da rapadura.
Gostoso igual um abraço.

Boi–Pá ...Doce cheiroso,
Com pedaços de canela,
Muito prazeroso,
Pronto! Não sobra nada na panela.

Vamos mostrar aos visitantes,
Um doce que é, só nosso.
Todos querem aprender,
Faz fila para comer.

Boi – Pá não engorda.
Come-se com ética,
Desde a hora que acorda,

Nem precisa de dieta.

---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

domingo, 9 de agosto de 2015

Os nossos heróis - Dia dos Pais 2015

Os nossos heróis

Passamos boa parte da nossa existência cultivando imagens de heróis.
Até que um dia o pai herói começa a passar o tempo todo sentado, resmunga baixinho e puxa uns assuntos sem pé nem cabeça.

A heroína do lar começa a ter dificuldade de concluir as frases e dá de implicar com a empregada.
O que papai e mamãe fizeram para caducar de uma hora para outra?
Envelheceram....

Nossos pais envelhecem. Ninguém havia nos preparado pra isso.
Um belo dia eles perdem o garbo, ficam mais vulneráveis e adquirem umas manias bobas.

Estão cansados de cuidar dos outros e de servir de exemplo: agora chegou a vez deles serem cuidados e mimados por nós, nem que pra isso recorram a uma chantagenzinha emocional.

Têm muita quilometragem rodada e sabem tudo, e o que não sabem eles inventam.
Não fazem mais planos a longo prazo, agora dedicam-se a pequenas aventuras, como comer escondido tudo o que o médico proibiu.

Estão com manchas na pele. Ficam tristes de repente. Mas não estão caducos: caducos ficam os filhos, que relutam em aceitar o ciclo da vida.

É complicado aceitar que nossos heróis e heroínas já não estão no controle da situação.
Estão frágeis e um pouco esquecidos, têm este direito, mas seguimos exigindo deles a energia de uma usina. Não admitimos suas fraquezas, seu desânimo.

Ficamos irritados e alguns chegam a gritar se eles se atrapalham com o celular ou outro equipamento e ainda não temos paciência para ouvir pela milésima vez a mesma história que contam como se acabassem de tê-la vivido.

Em vez de aceitarmos com serenidade o fato de que as pessoas adotam um ritmo mais lento com o passar dos anos, simplesmente ficamos irritados por eles terem traído nossa confiança, a confiança de que seriam indestrutíveis como os super-heróis.

Provocamos discussões inúteis e os enervamos com nossa insistência para que tudo siga como sempre foi.

Essa nossa intolerância só pode ser medo. Medo de perdê-los, e medo de perdermos a nós mesmos, medo de também deixarmos de ser lúcidos e joviais.

Com todas as nossas irritações, só provocamos mais tristeza àqueles que um dia só procuraram nos dar alegrias.

Por que não conseguimos ser um pouco do que eles foram para nós?

Quantas noites estes heróis e heroínas passaram ao lado de nossa cama, medicando, cuidando e medindo febre?

E nós ficamos irritados quando eles se esquecem de tomar seus remédios e, ao brigar com eles, os deixamos chorando, tal qual crianças que fomos um dia.

É uma enrascada essa tal de passagem do tempo. Nos ensinam a tirar proveito de cada etapa da vida, mas é difícil aceitar as etapas dos outros...

Ainda mais quando os outros são nossos alicerces, aqueles para quem sempre podíamos voltar e sabíamos que estariam com seus braços abertos, que agora estão dando sinais de que um dia irão partir sem nós.

Façamos por eles hoje o melhor, o máximo que pudermos, para que amanhã, quando eles já não estiverem mais aqui conosco, possamos lembrar com carinho de seus sorrisos de alegria e não das lágrimas de tristeza que tenham derramado por nossa causa.
Afinal, nossos heróis de ontem serão nossos heróis eternamente: nosso pai e nossa mãe.

Recebí esta mensagem de minha sobrinha que mora em Israel, estou repassando. 
---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

AGOSTO- Com muito gosto

AGOSTO- Com muito gosto
“Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora,
Que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito”.

Provérbios 4.18

Dizem por aí que o mês de agosto é o mês do desgosto.

Falam de alguns infortúnios que aconteceram, como que se fossem influenciados pelo mês, e nunca pelos desequilíbrios presentes, por razões diversas na vida de algumas pessoas, que fizeram loucuras que nada tinham a ver com o mês, e sim com os seus próprios desencontros psíquicos.

Deus não tem um calendário de fatalidades para acontecerem no mundo.
Todas elas são resultados das ações marcadas pelas imperícias e precipitações das pessoas envolvidas, ou consequências de atitudes de outros, que agiram de maneira inconsequente.

Agosto é tão bom como Janeiro, Outubro , Julho, ou Dezembro , ou qualquer outro mês. É até melhor que alguns colegas dele, por ter mais dias: enquanto vários outros têm somente 30 dias, e um outro só 28, e de vez em quando chora muito para viver mais e consegue chegar a 29 dias.
Agosto nos proporciona o privilégio de vida por 31 longos dias, vividos com muito gosto.

O dia, a semana ou o mês, não faz ninguém mais ou menos feliz.
Nós é que devemos fazer os dias, as semanas, os meses e a vida toda sempre mais feliz, mais abençoada e mais vitoriosa.
Isso não acontece simplesmente pelo falar, mas principalmente pelo agir.
As nossas ações determinam o resultado e a qualidade que alcançamos na vida.
Não vivemos como sonhamos, mas desfrutamos do que sabemos ser o melhor da vida, quando oferecemos aos outros a contribuição que gostaríamos de receber para que a nossa vida fosse a melhor possível.

Pesquisado por Aurelina, IN Falando ao Coração.

 ---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo