Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Água na boca

Água na boca ( texto de Aurelina Haydêe do Carmo)

Einstein sempre dizia que a imaginação é mais importante que o conhecimento.

O sol raiou, já faz calor.
Hum! Que fome. A cozinha e a geladeira já estava me esperando- pão integral, queijo branco, manteiga. Então peguei a velha panela de ferro.
Por falar em panela de ferro, tenho um ciúme dela, guardo bem guardadinha no armário de baixo da pia, porque ela é muito antiga- lembro-me como se fosse hoje- o dia que minha mãe as comprou.
Um jogo de panelas( uma frigideira, uma panela grande, outra menor, outra menorzinha e mais outra menor que a anterior.

Nós éramos pequenas e eu achava que esta ultima era prá nós brincarmos nos fundos do quintal- quitute.

O tempo passou, muitas coisas mudaram, até as panelas são outras.
Hoje elas parecem mais objetos de decoração. Eu, já ví e escutei, muitas pessoas dizerem- elas dão até dó coloca-las no fogo.
Hum! Como são lindas, nas lojas de utensílios domésticos são colírios para os olhos, mas dói nos bolsos.
Vale a pena ter um jogo desses, principalmente se tem fundo triplo como as minhas( não estou fazendo propaganda).

Gente- já falei demais em panelas. E, o meu pão? Meu queijo? Estão me esperando em cima da pia. A manteiga já derreteu...

Não existe manhã mais prazeirosa que sentar e degustar um pão passado na panela de ferro. Panela, esta que tem muitas estórias e histórias.


 Tcháu.   Acho que você esta com ÁGUA NA BOCA. 
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.