Barra de vídeo

Loading...

sexta-feira, 11 de março de 2016

Mulheres na História

Mulheres na História
Alice Tibiriçá
Por Marina Schneider.


Alice Tibiriçá iniciou sua atuação trabalhando pelos portadores de hanseníase. Militou na saúde pública, lutou em defesa dos direitos da mulher e dedicou os seus  últimos anos à campanha “O Petróleo É Nosso”. Nasceu em Ouro Preto, em 9-01-1886. Sensível às injustiças, ver as colegas de turma serem colocadas de castigo em um banco, a perturbou. Desde então,já não aceitava aquela forma de tratamento. Puxou o banco onde as colegas eram castigadas e acabou expulsa da escola.

A mãe lhe contratou um professor particular e, então, nasceu sua paixão pelos livros.

Com uma visão ampla e sempre de olho no futuro. Criou entidades em várias áreas e cuidava sempre para que cada instituição ou movimento pudesse seguir em frente com autonomia e de maneira democrática. Fundou, em 1926, em SP, a Sociedade de Assistência aos Lázaros e Defesa Contra a Lepra. “Trabalhava cumprindo o dever com todo calor da solidariedade humana”. Foi responsável, em 1940,pela organização do primeiro curso de Serviço Social do Brasil. Defendeu, ao lado de Bertha Lutz, o voto feminino e os direitos da mulher. Representou o país no Conselho da Federação 

Democrática Internacional de Mulheres, em 1947, em Praga.

Participou das Uniões Femininas contra a Carestia, dirigiu o Instituto Feminino de Serviço 

Construtivo, responsável, em 1947,pela primeira comemoração do Dia Internacional da Mulher no Brasil.

Ela foi responsável, também, pela oficialização do Dia das Mães no Brasil.


Foi vice-presidente do Centro de Estudos e Defesa do Petróleo e da Economia Nacional e, viajou pelo Brasil, mobilizando a população em defesa do petróleo. Em comícios e conferencias, afirmava que, enquanto o Brasil não se emancipasse economicamente, não seria capaz de resolver seus problemas médico-sociais. Seu ultimo ato público foi a comemoração do DIA DA MULHER. Morreu de câncer três meses depois, em 08-06-1950.

in Mulheres na História - Livro Agenda  UFMT 2015

Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.