Barra de vídeo

Loading...

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Bom Dia Cuiabá,

Um pouco da historia do Brasil, sobre os escravos.

Em 13 de maio de 1888 era assinada pela Princesa Regente D. Isabel, a Lei Áurea - que abolia a escravidão no Brasil.

O historiador português Oliveira Martins, descreve nestes têrmos tão triste espetáculo: " Amontoada no porão, quando o navio jogava batido pelo temporal, a massa de corpos negros agitava-se como um formigueiro de homens, para beber ávidamente um pouco desse ar lúgubre que se escoava pela escotilha gradada de ferro. Havia, lá no seio do navio balouçado pelo mar, ferozes lutas, gritos, uivos de cólera e desespero.

Os que a sorte favorecia, nesse ondear de carne viva e negra, apertavam-se à luz e olhavam a estreita nesga do céu. Na obscuridade do antro os infelizes, promiscuamente arrumados a monte, ou caíam inânimes num torpor letal, ou mordiam, desesperados e cheios de fúrias. Estrangulavam-se, esmagavam-se: a um saíam-lhe do ventre as entranhas, a outro quebra-vam-se-lhes os membros nos choques dessas obscuras batalhas. E a massa humana, cujo rumor selvagem saía pela escotilha aberta, revolcia-se no seu antro afogada em lágrimas e em imundície. Quando o navio chegava ao porto de destino, - 
uma praia deserta e afastada o carregamento desembarcava; e à luz clara do sol dos trópicos aparecia uma coluna de esqueletos cheios de pústulas, com o ventre protuberante, as rótulas chagadas, a pele rasgada, comidos de bichos, com o ar parvo e esgazeado dos idiotas. Muitos não se mantinham em pé; tropeçavam, caíam, e eram levados aos ombros como fardos.”

Grande parte da carga humana era vitimada, dizimada pela saudade ( o banzo), os maus tratos, o ajuntamento, a imundície, a falta de ar, as doenças. De quatrocentos escravos chegavam às vezes vivos, ao seu destino, apenas trezentos.

Fonte: Pequisa feita por Aurelina Haydee do Carmo in W.M JACKSON, INC
 ---
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.