VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 13 de março de 2018

A FORÇA DA UNIÃO

A FORÇA DA UNIÃO
“Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!”
                                                          Salmo 133.1

Um senhor idoso tinha doze filhos. Certo dia, os chamou e colocou na mão de cada um deles uma varinha fina. Em seguida, mandou que quebrassem a varinha. O que foi feito por todos com facilidade. Logo depois, aquele pai tomou um feixe com doze varinhas e mandou que cada um tentasse quebrar. Todos, por mais que se esforçassem, nada conseguiram. O pai, mostrando o feixe aos filhos, disse que eles permanecessem unidos como estavam aquelas varinhas, nada conseguiria vencê-los.

A bíblia diz que é bom viver em união. A vida ensina que as grandes vitórias sempre foram alcançadas mediante a conjugação de esforços.

O individualismo, infelizmente, tem norteado as atitudes de muitas pessoas. Vivemos o tempo do “ cada um para si”, quando tudo contribui para provar que a parceria e a união são o grande segredo para as realizações mais eficazes.

O ser humano é por natureza, dadas as suas diferenças estruturais, muito  individualista. Vemos isso manifestar na criança e até no adulto. O que beneficia, para superar estas diferenças é a capacidade do homem em compreender e avaliar as suas aptidões e carências e, assim procurar completar-se, recorrendo a outros que podem oferecer aquilo que falta.

Jesus podia muito bem ter realizado o Seu ministério terreno sozinho, mas chamou doze apóstolos para acompanhá-Lo.
Pedro, Tiago e João sempre estavam juntos.
Jesus mandou os discípulos de dois a dois.
Paulo sempre tinha alguém o acompanhando. Ora era Barnabé, ora Silas. Existem muitos outros exemplos de verdadeiras parcerias de sucesso nas páginas sagradas.

O segredo para uma vida vitoriosa está justamente na capacidade de administrar as diferenças estruturais e aprender a ver nas pessoas as suas virtudes, e desta forma assimilar os princípios que norteiam as regras da boa convivência.

No livro de Jó, capitulo 22, versículo 21, temos uma recomendação bíblica: “Une-te, pois, a Ele, e tem paz e assim te sobrevirá o bem”.

Se esta recomendação for observada, será estabelecida a real diferença na ida do cristão.
Pesquisado por Aurelina in Falando ao Coração
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.