sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Feito de CUMBARU | Aurelina Haydêe do Carmo

Feito de CUMBARU.
Aurelina Haydêe do Carmo

Pilão de cumbaru.
O barulho da batida.
O cheiro da carne frita,
Mão de pilão
Na mão.
Manter a tradição,
Pilão bom
Feito de cumbaru
Não racha
Mas hoje não acha.
Usado por mais de
Um século,
Vive no relento,
Pegando chuva e vento.
O som do socado
No pilão de cumbaru
Mistura com o do cururu.
Crepita o fogão de lenha
Como convite  venha.
Vamos brincar,
Até o dia clarear.
Agora vamos estender o nosso BOM DIA a Cuiabá, Mato Grosso, Brasil e ao Mundo que neste momento esta precisando muito de um BOM DIA. Professora Aurelina Haydee do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dica: Quem não tem senha no Google/Gmail clique:
Comentar como: "Anônimo"
deixe seu nome, cidade e comentário.